Home Maranhão São Luís Defensoria pede reparação material por dias sem água

Defensoria pede reparação material por dias sem água

Defensoria pede reparação material por dias sem água

A Defensoria Pública do Estado do Maranhão solicitou nesta segunda-feira (11) que a Companhia de Água e Esgoto no Maranhão (CAEMA) realize reparação material pelos dias sem abastecimento de água para todas as residências abastecidas pelo  Sistema Italuís.  A proposta dos defensores públicos é que a reparação se dê por meio de abatimento de valor nas contas de água – o valor total da conta será dividido ao equivalente de 30 dias e a média diária será multiplicada pelos dias que as casas ficaram sem abastecimento, resultando no valor do desconto. De acordo com a Defensoria, o abatimento deve continuar independente de eventual medida futura.

A CAEMA tem 24 horas para se manifestar quanto à solicitação. Caso não se pronuncie, a Defensoria Pública pode entrar com ação judicial contra a companhia.

Na solicitação assinada por seis defensores públicos, constam ainda os pedidos que a empresa preste esclarecimentos detalhados sobre as causas da interrupção, as medidas que foram adotadas para a correção do problema, que a empresa informe o total de unidades atingidas pela falha na prestação de serviço e que a empresa informe a data que o fornecimento será 100% normalizado.

A solicitação foi assinada pelos defensores públicos Alberto Pessoa Bastos, Gabriel Furtado, Luís Otávio Moraes, Marcos Vinícius Fróes e Rairom Laurindo Pereira dos Santos. (veja abaixo).

O serviço de abastecimento de água foi interrompido desde a última quarta-feira (6) por conta da instalação da nova adutora, e deveria retornar no sábado (09), o que não aconteceu devido a um vazamento verificado na  nova adutora do Sistema Italuís, registrado na madrugada desse domingo (10).

Por conta do vazamento, o sistema foi desligado novamente para reparos. Com isso, o restabelecimento da água não pôde ser realizado em diversos bairros da capital.

A adutora antiga foi religada e deve suprir a necessidade de abastecimento provisoriamente.

Em nota, a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), afirmou que o abastecimento “começa a ser normalizado ainda nesta segunda-feira. Como o sistema é extenso, a água leva algum tempo para chegar a todas as residências atendidas. Por isso, o abastecimento não será feito ao mesmo tempo em todas as casas”.

Leia mais:

Polícia Civil e Caema investigam motivo de problema em conexão do Italuís

 

Solicitação da Defensoria Pública
Solicitação da Defensoria Pública