Home Polícia Presos sete suspeitos de roubo a bancos no Piauí e Maranhão

Presos sete suspeitos de roubo a bancos no Piauí e Maranhão

Presos sete suspeitos de roubo a bancos no Piauí e Maranhão

Em operação deflagrada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) do Piauí na manhã desta quarta-feira (22), foram cumpridos 22 mandados judiciais contra suspeitos de participação em explosões a bancos no Piauí e Maranhão. A operação Tinguis foi deflagrada em Teresina e Jerumenha, no Piauí; Timon e Parnarama, no Maranhão. Sete suspeitos já foram presos.

Entre os detidos estão suspeitos de envolvimento em uma organização criminosa que pretendia executar mais um assalto a banco no Maranhão hoje (22). Segundo o coordenador do Greco, Willame Morais, os suspeitos são perigosos e planejavam também o resgate de um preso de dentro do sistema prisional do Piauí.

O preso que seria resgatado foi identificado como Diego Henrique da Silva Moura, natural de Minas Gerais, suspeito de ser um dos líderes da quadrilha.

“O bando do Diego estava planejando a fuga dele do presídio, mas conseguimos descobrir o plano e ele já foi transferido, disse o coordenador do Greco. Cerca de 20 suspeitos integram essa quadrilha incluindo gente do Piauí, Maranhão e Minas Gerais”, declarou o delegado.

O Greco atribui aos suspeitos sete ações criminosas somente este ano. O delegado regional de Timon, Humaitan Silva, cumpriu mandado de prisão contra um dos presos em Timon-MA. Na casa do suspeito- identificado como Derlean Lisboa de Aquino foi achada uma arma de fogo em um carrinho de um bebê.

Operação Tinguis

A Operação busca desbaratar organização criminosa envolvida em explosões a instituições financeiras. Entre os crimes praticados pela organização criminosa investigada estão as explosões dos postos de atendimento do Banco Bradesco dos municípios de Jerumenha (PI) e Marcos Parente (PI), ambas em setembro deste ano, Caixa Econômica Federal de Timon (MA), no mês de agosto, e Bradesco de Duque Bacelar (MA), neste mês.

Entre os integrantes estão Diego Henrique da Silva Moura, Warlon Thierri de Sousa Pinto e Cláudio Silvano de Oliveira Lopes de Miranda, presos pelo Greco há dois meses com explosivos, armas de fogo e drogas.

O nome da operação é em homenagem ao município de Marcos Parente (PI), que foi fundado no lugarejo conhecido como Tinguis.

Cidadeverde.com