Home Cultura Abertas inscrições para oficinas na área da música

Abertas inscrições para oficinas na área da música

Abertas inscrições para oficinas na área da música

Estão abertas as inscrições para duas oficinas de formação especializada em música para artistas, produtores musicais, técnicos e engenheiros de som. A primeira é a capacitação em Produção Musical, que será ministrada pelo produtor musical e engenheiro de som Bruno Giorgi; e a segunda é em Gestão de Carreira Musical, com o músico e produtor Anderson Foca.

Serão oferecidas 40 vagas em cada uma das capacitações. Os interessados podem participar gratuitamente, manifestando interesse por meio de mensagem para o e-mail contato@ccv-ma.org.br, até o dia 29 de novembro, informando sua área de interesse, nome completo, profissão e telefone para contato.

As oficinas são fruto de uma parceria entre o Centro Cultural Vale Maranhão (CCVM) e o Festival BR 135. Elas compõem a programação do Conecta Música, espaço do Festival BR 135 dedicado à formação e à troca de experiências entre artistas e profissionais da área da música.

Acompanhe mais detalhes de cada uma delas:

Produção Musical

30 de novembro, 01 e 02 de dezembro, 10h – 12h30/ 14h30 – 17h, Sala Babaçu

O que faz um produtor musical? Como se faz um disco? Quais as etapas de um projeto fonográfico e como o produtor se envolve em cada uma delas?  Qual o papel criativo do produtor musical? Essas são algumas perguntas que serão abordadas nessa oficina.

Também serão tratados temas como os três pilares da produção: arranjo, engenharia de som e psicologia; noções de áudio; como escolher softwares de áudio; noções básicas de monitoração e microfonação.

Bruno Giorgi

Bruno Giorgi, que estará à frente da oficina, já acompanhou gravações e mixagens com muitos produtores e engenheiros de som, como Tom Capone, JR Tostoi, Henrique Vilhena. Trabalha com artistas como Lenine, Otto, Clarisse Falcão, Maria Gadú entre outros. Em pouco mais de 10 anos de carreira, já foi indicado a vários prêmios entre eles ao Grammy Latino e APCA 2016, entre outros. Foi vencedor do Prêmio da Música Brasileira 2017 e do Prêmio Multishow 2012.

Gestão de Carreira Musical

01 de dezembro, 10h – 13h, Auditório Itapecurú

A oficina vai orientar artistas, produtores e agentes culturais a conhecer as etapas para uma boa preparação artística, entender a importância da construção da reputação, reconhecer oportunidades e destacar a importância da construção do repertório.

Anderson Foca

Anderson Foca é produtor e músico há mais de 20 anos. Toca em bandas como Camarones Orquestra Guitarrística, Orquestra Greiosa e Fetuttines É o idealizador e criador do combo de atividades do DoSol, que envolve Produtora (desde 2001), Estúdio (desde 2002), Selo (desde 2002), Festival (desde 2002) e Centro Cultural (desde 2004). Produziu inúmeros shows de bandas e artistas como Marky Ramones Blitzkrieg (EUA), Pitty (BA), Vanessa da Mata (MT), Slackers (EUA), Matanza (RJ), Tulipa Ruiz (SP), Mombojó (PE), Mundo Livre SA (PE), entre outros.

Programação cultural

Além das oficinas, o CCVM também receberá palestras e rodas de conversa abertas ao público, com temáticas na área da música. Confira a programação:

25 de novembro, 10h – Do macro para o micro – Potencializando um projeto musical independente: um estudo de caso Duo Finlandia, com Raphael Evangelista.

30 de novembro, 11h – Música e Cultura Digital: o espaço web e a difusão cultural, com a participação de Jonas Sakamoto (Sobre O Tatame), Lucas Vieira (Volts), João Paulo (Whiplash.net) e Antonio Carlos (Pra quem não sabe) e mediação do jornalista Zema Ribeiro.

01 de dezembro, 14h – Festivais: desafios e oportunidades da circulação musical no Brasil e na América Latina, com Tatiana Sobral (Vento Festival – SP), Anderson Foca (Festival do Sol – RN), Heloisa Aidar (Pommelo – SP), Priscila Melo (Eletrônica Viva -SP), José Murilo (Ponto Ce -CE), Marcelo Damaso (Festival Se Rasgum – PA) e Luciana Simões (Festival BR 135 – MA), com mediação de Alê Muniz, organizador do Festival BR 135.

01 de dezembro, 16h – O papel do jornalismo cultural e a relação com a música, com profissionais de comunicação Jorge Luiz (Projeto Levada e Radio Roquete Pinto), Anna Mota (Revista Rolling Stone), Gabriela Rassy (Catraca Livre), Ariel Torres (NOIZE) e Ana Clara Matos (Rádio Cultura do Pará), com mediação do produtor cultural e radialista, Ricarte Almeida Santos.

02 de dezembro, 14hOs desafios e oportunidades de casas autorais como espaços para música independente e alternativa, com mediação da curadora e gestora cultural Samantha Moreira (Chão SLZ), e participação de Fernando Sousa (Casa da Música – Portugal), Marcelo Damaso (Ziggy – PA), Danilo Gomes Leonel (Casa do Mancha – SP) e Natanael Júnior (Fanzine -MA).

Todas as rodas de conversa acontecerão no Auditório Itapecurú e terão entrada franca. As inscrições serão realizadas na recepção do CCVM, com 1h de antecedência do início das atividades.