Home Notícias TV Difusora: há 54 anos a televisão dos maranhenses

TV Difusora: há 54 anos a televisão dos maranhenses

TV Difusora: há 54 anos a televisão dos maranhenses

Nesta quinta-feira (9), a TV Difusora completa 54 anos de história – uma história construída com o carinho e a amizade dos maranhenses e tecnologia pioneira que leva a programação do canal 4 a milhões de pessoas, em todas as partes do Maranhão.

Criada na quinta-feira de 29 de novembro de 1962, a mais antiga televisão do estado só entrou no ar no dia 9 de novembro do ano seguinte, reunindo autoridades de todo o Brasil e representando um marco na história da comunicação. Anos depois, a Difusora também faria história, novamente, ao ser a primeira emissora do MA a transmitir os telejornais em HD (Alta Definição).

Em sua inauguração, a TV Difusora apresentou três atrações: às 20h, ocorreu a festa de abertura; às 20h30, foi apresentada uma atração musical, e às 21h, um programa de auditório. Por fim, às 21h45, entrou no ar um telejornal com 15 minutos, encerrando a programação às 22h.

HISTÓRIA

A TV Difusora surge um ano antes de 1964, ano que viria a ser marcado pelo signo do autoritarismo dos governos militares.

A criação da TV dos maranhenses foi resultado de um sonho dos irmãos Raimundo e Magno Bacelar. Na vanguarda de seu tempo, os irmãos Bacelar vislumbraram o futuro do jornalismo e do entretenimento em uma televisão – aparelho tecnológico que, no momento de seu surgimento, era privilégio dos aristocratas e sonho de consumo das populações mais pobres.

“A gente nem acreditava que uma em issora de televisão aqui no estado pudesse ser possível”, conta o jornalista, advogado, escritor e pesquisador Benedito Buzar, que acompanhou o surgimento da Difusora nos anos 1960. “A população aguardava muito ansiosa. Em todas as ruas havia um burburinho fora do comum. No dia da estreia, as pessoas se aglomeraram em casas para assistirem, juntas. O televisor era um objeto caro, privilégio de alguns. Por isso, era preciso procurar quem o tivesse”, conta o escritor.

Uma das raras imagens da noite de inauguração da TV Difusora. Da esquerda para a direita, pessoa não identificada, Magno Bacelar, cinegrafista Luiz Cardoso, Raimundo Bacelar e pessoa não identificada.

A chegada da TV Difusora também agitou o comércio de São Luís, que tentou tirar proveito para realizar bons negócios para vender televisores no dia da inauguração. “Era, de fato, um acontecimento”, define Benedito Buzar.

Anúncio no jornal O Imparcial, no dia da inauguração da TV.

 

Após a inauguração, a Difusora continuou a crescer, sempre com qualidade em todas as suas produções. No entretenimento, Reinaldo Faray e Genes Soares foram os grandes responsáveis pelo sucesso das primeiras telenovelas e musicais apresentados pela Difusora.

No jornalismo, personalidades como Jânio Quadros, marechal Lott, Juscelino Kubitschek, entre outros, foram alguns dos entrevistados pela primeira equipe de jornalistas da TV. Na entrevista com JK, transmitida no dia seguinte ao da inauguração, Juscelino Kubitschek anunciou, em primeira mão, sua intenção de disputar as eleições presidenciais de 1965. A entrevista da Difusora repercutiu em toda a imprensa brasileira.

Bernardo Almeida entrevista JK. Fonte: Talvane Lukatto

Foi na década de 1970 que a TV Difusora passou a ser sediada na Avenida Camboa, endereço em que permanece até hoje, com alguns dos melhores estúdios, tecnologia, equipe e transmissores do Maranhão.

Veja algumas imagens da TV Difusora no anos 1960, resgatadas por estudantes universitários de São Luís:

DIFUSORA HOJE

Com centenas de funcionários, a Difusora se estabeleceu como um sistema. Rádio, internet e televisão caminham juntas, sempre ao lado dos maranhenses. Na televisão, que há 54 anos é convidada a entrar na casa de milhões de telespectadores, a programação permanece diversa e rica, mesclando jornalismo e entretenimento como só o canal 4 sabe fazer.

Alguns dos profissionais da redação de jornalismo da TV Difusora.

A diretora de jornalismo do sistema, Cristiane Moraes, comemora o aniversário da emissora e destaca a diversidade da programação e da equipe experiente de jornalistas que comandam os principais produtos jornalísticos da Difusora. Ouça:

PROGRAMAÇÃO

Logo no fim da madrugada, adentrando a manhã, começa o Bandeira 2, às 6h, apresentado pelo repórter policial Silvan Alves. O programa é o maior líder de audiência do horário e alguns dos casos cobertos na reportagem do programa repercutiram em todo o Brasil.

Em seguida, às 7h, começa o telejornal mais antigo do estado: o Bom Dia Maranhão, apresentado por Adalberto Melo. O matinal traz as principais informações de trânsito, cidade, polícia, cultura, esporte e outros, além do comentário de especialistas todos os dias, mantendo os maranhenses cada vez mais bem informados.

Às 11h50, começa o Na Hora D, com a irreverência e humor de Jeisael Marx, que traz as denúncias da comunidade no ar. Depois dele, começa o programa Zé Cirilo, que, há anos, se estabeleceu como um programa popular em todas as cidades do MA.

Às 19h20, o Jornal da Difusora, apresentado por Laís Rocha,traz os principais fatos do dia.

Aos sábados, às 7h50 começa o Tudo de Bom, com Yago Brandão e Gisele Azevedo. O programa traz entretenimento, moda, cultura, curiosidades, culinária e muita música, animando os fins de semana.

Em seguida, depois do Tudo de Bom, o programa Resenha, apresentado por Itevaldo Júnior, traz entrevistas com personalidades da política, cultura, artes e literatura, até às 10h.

E logo às 12h vai ao ar, ao vivaço, o programa Algo Mais, com Paulinha Lobão. Há anos, o programa se consolidou nos sábados dos maranhenses, trazendo muita música, solidariedade, dança, alegria e felicidade.

 

No jornalismo, a principal diretriz é o rigor e responsabilidade na apuração de informações, que é a marca diferencial do sistema.

“É um grande desafio levar, todos os dias, as informações corretas para a casa dos maranhenses. Não é fácil superar as dificuldades, mas fazemos isso com extrema dedicação, especialmente pelo momento que vivemos e pela importância histórica da Difusora”, destaca o jornalista Adalberto Melo, apresentador do Bom Dia Maranhão.

Na edição de hoje do BDM, o apresentador mostrou um pouco dos bastidores da notícia, em comemoração ao aniversário de 54 anos da TV dos maranhenses. Confira: