Home Maranhão Imperatriz Cadeirante sofre para embarcar em ônibus em Imperatriz

Cadeirante sofre para embarcar em ônibus em Imperatriz

Cadeirante sofre para embarcar em ônibus em Imperatriz

A dificuldade para o acesso a transportes coletivos continua sendo motivo de reclamação dos cadeirantes em Imperatriz. Para muitos, é impossível transitar pelas cidades, seja à trabalho, lazer ou em atividades rotineiras, sem enfrentar o constrangimento de serem carregados para o interior de veículos, que não oferecem condições de acessibilidade. É o caso do filho de Janete Barros. Ela conta que um ônibus deixou de transportar o garoto, que é cadeirante.

De acordo com a mãe, o caso aconteceu há mais de uma semana, dia 3 de novembro. O motorista do ônibus da Rio Anil Transporte e Logística (Ratrans), linha 314 – Ouro Verde teria dito que não poderia parar “porque estava atrasado”. Janete estava com o seu filho na parada de ônibus da rua Ceará, próximo ao supermercado Kelly, no bairro Nova Imperatriz.

“O motorista parou e uma mulher que estava do meu lado disse pra ele que tinha um cadeirante, ele nem olhou e foi embora. Eu fiquei zangada. Não é a primeira vez que isso acontece”, relata dona Janete. Ela ainda conta outra situação desagradável. Outro motorista teria se negado a levar seu filho. Na tentativa, a porta do ônibus ficou aberta e seguiu caminho vindo a derrubar a senhora e o garoto na cadeira.

Atualmente, a empresa Ratrans presta serviços para 17 linhas que circulam pelas vias de Imperatriz. De acordo com o levantamento feito pela empresa, são aproximadamente 24 mil e 400 passageiros que possuem a carteirinha para gratuidade ou para o pagamento da metade do preço da passagem.

Segundo o diretor presidente da empresa, Gilson Neto, cerca de 40% da frota conta com o elevador que auxilia no acesso ao transporte. O percentual representa 14 veículos de um total de 37. Além disso, dos passageiros que andam de ônibus pela cidade, menos de 1% são cadeirantes.

“Os elevadores passaram a vir nos ônibus a partir de 2009. Então, os ônibus que são fabricados até 2008 não vieram com elevadores. E não é possível instalar um elevador em ônibus que tenha vindo da fábrica sem ele (o elevador), por uma questão de engenharia, explica Neto.

Confira mais informações na reportagem da TV Difusora Sul: