Home Cultura Exposição “Corpo Quântico de Unicidade” reflete sobre tolerância e respeito

Exposição “Corpo Quântico de Unicidade” reflete sobre tolerância e respeito

Exposição “Corpo Quântico de Unicidade” reflete sobre tolerância e respeito

Fica em cartaz até o dia 27 de novembro, na Galeria Trapiche Santo Ângelo, a exposição “Corpo Quântico de Unicidade”, do artista plástico maranhense Miguel Veiga. A mostra reúne 24 esculturas feitas a partir de formas copiadas no corpo do artista e desconstruídas para dar novas formas, trazendo à tona temas como igualdade, tolerância, gênero, censura, criminalização artística e o corpo nu.

O artista contou como a mudança do seu próprio corpo motivou a compor a exposição. “Tudo começou a partir do meu corpo e da mudança dele, as transformações que ele passou ao longo dos meus 62 anos. Isso sempre me impressionou e eu fui gostando desse corpo, achando bonito o formato e o volume, e fui percebendo também que eu não envelheço sozinho, todo mundo envelhece. Ao estudar Ciência da Educação me aprofundei em disciplinas filosóficas a partir de alguns pensadores que falam da unicidade e do pensamento complexo, então entendi que o que me fascinava não era só a mudança do meu corpo, mas a mudança de todos, porque somos iguais”, disse Miguel Veiga.

A Galeria, equipamento cultural da Prefeitura de São Luís, fica localizada na Avenida Vitorino Freire – Praia Grande (em frente ao Terminal de Integração), aberta para visitação de segunda a sexta-feira, das 14h às 19h.