Home Política Justiça manda soltar juiz acusado de tentar matar o próprio irmão

Justiça manda soltar juiz acusado de tentar matar o próprio irmão

Justiça manda soltar juiz acusado de tentar matar o próprio irmão

IMPERATRIZ – O juiz aposentado Erivelton Cabral, preso por dupla tentativa de homicídio contra o próprio irmão, Elton Cabral, e a namorada dele, foi solto nesta quinta-feira (2), por meio de um alvará de soltura expedido pelo juiz Adolfo Pires da Fonseca, titular da Vara da Família de Imperatriz.

As circunstâncias que motivaram a soltura do acusado não foram divulgadas.

Agora ele irá responder o processo em liberdade, sob condições determinadas pela Justiça. Ele terá que se recolher a sua residência até às 21h; não poderá se ausentar de Imperatriz sem autorização judicial. Ele também foi proibido de portar arma e não poderá ingerir bebidas alcoólicas.

LEIA MAIS: Preso juiz que atirou contra irmão em Imperatriz

RELEMBRE O CASO

O crime aconteceu no estacionamento de um clube e o momento dos disparos foi registrado por câmeras de videomonitoramento instaladas no local. As imagens mostram o momento em que a companheira de Elton, Késia do Carmo, fica entre os dois e tenta impedir que Erivelton atire em Helton e acaba sendo atingida na perna.

O conflito entre os dois é motivado por uma disputa por herança e Erivelton já teria inclusive ameaçado o irmão, dizendo que ia matá-lo, em fevereiro deste ano. Na época, ele chegou a ser preso com posse de armas de fogo.

O ex-juiz foi ouvido e relatou à polícia que não tinha intenção de matar, mas tinha “muitas coisas a dizer para o irmão”.  Uma equipe foi à casa de Erivelton em busca da arma do crime, mas ele já tinha se desfeito dela.

De acordo com o delegado regional de Imperatriz, Eduardo Galvão, a polícia acredita que o crime tenha sido premeditado.