Home Notícias Educação MA registrou mais de 280 mil inscrições no Enem; veja o perfil dos candidatos

MA registrou mais de 280 mil inscrições no Enem; veja o perfil dos candidatos

Há nove dias da realização da primeira etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Inep divulgou o perfil dos candidatos maranhenses que participarão da edição deste ano. No Maranhão, foram registradas 286.075 inscrições, número que representa 4,2% do total de participantes em todo o Brasil. Desse total, 101 mil são inscritos são de São Luís; 23.770 de Imperatriz, 10.257 de Caxias e 5.329 de Pinheiro.

As provas serão aplicadas nos dias 5 e 12 de novembro em 79 municípios, mesmo número do ano passado, apesar do número de participantes ser 12,7% menor. No Enem 2016, o estado teve 327.800 participantes. Segundo o Inep, a queda no número de inscrições é consequência do Enem ter deixado de certificar o Ensino Médio, tarefa que voltou ao Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

A edição deste ano conta com algumas mudanças em segurança e na logística da prova, que podem ser conferidas aqui.

Perfil

No Maranhão, 19,9% dos participantes pagaram sua inscrição, 59,5% foram isentos do pagamento da taxa de em função da Lei ou do Decreto e 20,6% obtiveram a gratuidade automática por estarem concluindo o Ensino Médio na rede pública em 2017.

Já em relação à situação de ensino, 67,3% inscritos já concluíram o Ensino Médio; 22,7% é concluinte este ano; e 9,5% concluirá após 2017, os conhecidos treineiros.

Do total de participantes do Maranhão, 59,8% são mulheres e 40,2% são homens. Em relação à faixa etária, os participantes são, em sua maioria, jovens adultos de 21 a 30 anos (96.382 inscritos). Em seguida está um público mais maduro, de 31 a 59 anos, com 37.466 participantes; inscritos de 16, 17, 18 e 19 anos (16.842, 35.874, 36.971 e 30.690 inscrições, respectivamente); e por fim, os extremos: jovens com menos 16 e idosos com mais de 60 anos (7.074 e 285, respectivamente).

Atendimentos especializados e atendimento pelo nome social

Foram aprovados 1.235 atendimentos especializados no Maranhão. A maioria dos casos é de deficiência física, baixa visão e deficiência auditiva. Serão usados 2.387 recursos de acessibilidade, sendo 56 videoprovas traduzidas em Libras, novidade desta edição. Também serão 709 atendimentos específicos, 52,2% para lactantes. O estado teve sete solicitações aprovadas para atendimento pelo nome social, três delas na capital.