Home Notícias Mundo Promotoria espanhola pede prisão de chefe da polícia catalã

Promotoria espanhola pede prisão de chefe da polícia catalã

Promotoria espanhola pede prisão de chefe da polícia catalã

A Promotoria da Audiência Nacional da Espanha pediu nesta segunda-feira a prisão incondicional sem direito a fiança para o chefe da polícia regional catalã, Josep Lluís Trapero, por sua atuação no referendo independentista de 1º de outubro, suspenso pelo Tribunal Constitucional. As informações são da Agência EFE.

Segundo um relatório da Guarda Civil, a polícia da Catalunha se caracterizou pela “inação” perante a ordem da Justiça de confiscar as cédulas e urnas usadas no referendo e fechar os colégios eleitorais.

Além de Trapero, também prestou depoimento perante a Audiência Nacional a intendente da polícia regional catalã Teresa Laplana, a quem a juíza Carmen Lamela deixou em liberdade com comparecimentos quinzenais, retirou o passaporte e proibiu de sair da Espanha, após a Promotoria pedir sua prisão com direito a liberdade sob o pagamento de uma fiança de 40 mil euros.

Igualmente estavam citados na Audiência Nacional os presidentes da Assembleia Nacional Catalã (ANC) e da Òmnium Cultural, Jordi Sánchez e Jordi Cuixart, respectivamente, ambos investigados por um crime de sedição, que na legislação espanhola passível de pena de oito a 15 anos de prisão.