Home Cultura Projeto ‘Lê pra mim?’ traz leitores famosos a São Luís nesta semana

Projeto ‘Lê pra mim?’ traz leitores famosos a São Luís nesta semana

Projeto ‘Lê pra mim?’ traz leitores famosos a São Luís nesta semana

Se conhecer uma história cheia de aventuras encanta muita gente, imagine quando esta é apresentada numa biblioteca completa e lida pelo seu artista preferido? Assim será o Lê Pra Mim?, projeto destinado à crianças de 5 a 10 anos, que entre esta terça-feira (3) e quinta-feira (5) ocupa a Biblioteca Benedito Leite com a presença dos atores da novela Novo Mundo: Renan Nascimento e Isabella Dragão; a apresentadora Carol Carvalho; a medalhista olímpica de canoagem Ana Sátila; os atores da peça Pão com Ovo: Lauande Aires e Cesar Boais; o cantor Marcus Dualibe; a diretora da biblioteca Aline Nascimento; os escritores de livros infantis Joaquim Haickel, Anízia Nascimento, Sharlene Serra e Déa Alhadeff, entre outros. Serão quatro sessões na terça às 9h, 10h, 14h e 15h. Na quarta e na quinta, em 3 horários: 9h, 10h e 14h, totalizando 10 encontros literários.

 

O acesso ao local é gratuito. Dentro da sala estarão dispostas 100 grandes almofadas em formato de livros para acomodar as crianças, de 5 a 10 anos. Cada apresentação terá um intérprete de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), que fará a tradução simultânea para crianças com baixa auditiva. Todos os encontros literários terão a participação de crianças de escolas públicas e instituições filantrópicas, que se integraram ao público espontâneo.

 

Potencializar a experiência da literatura entre as crianças é o grande diferencial do projeto idealizado pela atriz Sônia de Paula e pelo produtor Marcelo Aouila há sete anos. Em 21 edições, a atividade sociocultural já circulou por cidades como Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Juiz de Fora, Teresina, Belo Horizonte, Porto Alegre, São Luís e Belém.

 

“Em cada um desses encontros os artistas leem dois livros. Fazemos uma seleção de títulos que mesclam opiniões positivas da crítica especializada com obras brasileiras que obtiveram sucesso comercial. Procuramos narrativas que divirtam, mas que também despertem as crianças para valores como ética, amizade e respeito. Além disso, escolhemos livros que discutam temas importantes e que provoquem a reflexão, como o bullying”, explica Aouila.

 

Obras como Marcelo, Marmelo Martelo, de Ruth Rocha, Menina Nina, de Ziraldo, João Boboca ou João Sabido, de Rosane Pamplona, Até as Princesas Soltam Pum, de Ilan Brenman, A História da Menina e O Medo da Menina, de Luciene Regina Paulino Tognetta, entre outras, são alguns dos livros selecionados que serão lidos pelos artistas.

 

A curadoria do Lê Pra Mim? leva em consideração narrativas que envolvam grupos. “É muito diferente ler para um filho antes de ele dormir e ler para um grupo de crianças. Nossa abordagem precisa causar impacto já que o livro concorre com televisão, computador, jogos do celular. É um grande desafio”, diz o produtor.

 

Os saraus são abertos ao público e têm a participação de escolas públicas e instituições assistenciais. Quem estiver na biblioteca pode assistir as leituras dos livros no Lê Pra Mim? “Os que acompanham alunos, filhos ou sobrinhos na atividade se sentem também inclinados a ler, a conhecer mais livros”, pontua.

 

Estimular o hábito da leitura é um grande desafio e com a presença de uma personalidade marcante, o momento é relembrado, vira uma referência. “Fomos incluindo elementos que só ampliaram esse alcance. Começamos com as almofadas-livro espalhadas no local. Na terceira edição já tínhamos intérprete de LIBRAS. Mesmo as crianças que não precisam do recurso passam a compreender a importância desta ferramenta de comunicação”, avalia o produtor.

 

Mais de 19 mil crianças já estiveram no Lê Pra Mim? que envolveu 450 artistas e personalidades nas leituras, entre eles Wanessa Camargo, o cantor Daniel, Roberta Miranda, Denise Fraga, Ewa Vilma, Fátima Bernardes, Paloma Jorge Amado, Marília Gabriela, Maitê Proença, Reynaldo Gianecchini, Cláudia Raia, Gloria Maria, Regina Duarte, Edson Celulari, Débora Bloch, Zezé Polessa, Nicette Bruno, Julia Lemmertz, Laura Cardoso, Marisa Orth, Otávio Mesquita, Ronnie Von, Susana Vieira, Malu Mader e Antônio Calloni, entre outros.

 

A idealizadora Sônia de Paula lembra algumas passagens especiais dessa trajetória. “Levamos a atriz Fabiana Karla para fazer uma leitura numa instituição que atendia crianças que foram vítimas de abusos sexuais, no interior do Rio. Era um público desafiador, mas que ao fim se envolveu com as histórias de uma maneira emocionante. Também temos alguns artistas que ficam ansiosos e nos perguntam: será que as crianças vão gostar?”, conta.