Home Maranhão São Luís Ação conscientiza carroceiros sobre descarte em Ecopontos

Ação conscientiza carroceiros sobre descarte em Ecopontos

Ação conscientiza carroceiros sobre descarte em Ecopontos

O Comitê Gestor de Limpeza Urbana iniciou um trabalho de conscientização dos trabalhadores que conduzem veículos de tração animal, como carroceiros, que costumam fazer uso frequente dos Ecopontos instalados em São Luís.  Além do descarte ambientalmente adequado, os Ecopontos são um espaço onde os carroceiros podem depositar os resíduos que transportam sem desrespeitar a legislação.

Os carroceiros foram os primeiros a serem procurados pelo Comitê Gestor de Limpeza Urbana, que está mobilizando toda a comunidade do bairro Renascença, porque são os principais usuários dos Ecopontos.

Também será feito cadastramento desses trabalhadores para facilitar contato da população com esse tipo de serviço.

ECOPONTOS

Em São Luís, os Ecopontos são unidades de recebimento de pequenos volumes e têm como objetivo proporcionar aos carroceiros um local regulamentado para a realização de destinação ambientalmente adequada de materiais recicláveis e resíduos não coletados através do serviço de coleta convencional, como resíduos de construção civil (RCC) e volumosos (restos de poda e capina).

Atualmente, São Luís tem Ecopontos instalados Bequimão, Avenida dos Africanos, Angelim, Jardim América e no Turu. De janeiro a agosto deste ano eles já somaram 60 toneladas de resíduos recicláveis coletados. Já os resíduos de construção civil e volumosos somam 4.075 toneladas até agora.

Cada unidade conta com instalações sanitárias, estacionamento, setores de recebimento e acondicionamento temporário dos materiais e área de manobra de equipamentos e veículos, além da parte administrativa.

O espaço conta ainda com quatro baias de alvenaria cobertas e sinalizadas, para a deposição do material coletado. As placas de identificação seguem os padrões definidos de coleta seletiva: amarelo para metal, azul para papel, vermelho para plástico e verde para vidro.

POLÍTICAS DE LIMPEZA

As políticas de limpeza urbana têm embasamento legal na Lei Federal 11.445/07, que define as Diretrizes Nacionais para o Saneamento Básico, no Decreto Federal 7.217/10, que regulamenta as Diretrizes Nacionais para o Saneamento Básico, na Lei Federal 12.305/10, que definiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), além do Decreto Federal 7.404/10, que regulamenta a PNRS. Por isso, o descarte irregular de resíduos sólidos pode até ser considerado crime ambiental, dependendo da forma e do local em que este descarte seja feito.

A PNRS tem como prioridades a redução do volume de resíduos gerados, a ampliação da reciclagem, aliada a mecanismos de coleta seletiva com inclusão social de catadores e a extinção dos lixões entre outros pontos. Neste sentido, a inclusão dos carroceiros neste processo contribui para extinguir pontos de descarte irregular de resíduos.

SAIBA MAIS

Que materiais são recebidos nos Ecopontos?
Plástico
Vidro
Papel
Metal (até 200 kg/dia por pessoa)
Gesso
Resíduos de construção civil
Resíduos de poda
Móveis velhos (até 2m³/dia por pessoa)
Pneus (2 unidades/dia por pessoa)
Óleo de cozinha (4 litros/dia por pessoa)

Onde já tem Ecopontos?
– Ecoponto da Avenida dos Africanos
Avenida dos Africanos, s/nº, Bairro de Fátima, entrada do Parque Amazonas;
– Ecoponto do Angelim
Rua 27, s/nº (antes do Makro, próximo ao Restaurante Chico Noca);
– Ecoponto do Bequimão
Avenida 1, s/nº, Bequimão;
– Ecoponto Turu
Travessa G, s/nº, Habitacional Turu;
– Ecoponto Jardim América
Avenida 03, s/nº, Jardim América (Ao lado da União de Moradores)
– Ecoponto Jardim Renascença
Rua Netuno, próximo à Paróquia de São Paulo Apóstolo

Qual o horário de funcionamento dos Ecopontos?
Segunda-feira à Sábado, das 7h às 18h