Home Notícias Educação Iema de Ribamar vai sediar Etapa Estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica

Iema de Ribamar vai sediar Etapa Estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica

O Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), unidade plena de São José de Ribamar, vai sediar a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), etapa estadual, que acontece nesta sexta-feira (01). O evento é uma oportunidade para os amantes da robótica se encontrarem e juntos compartilhar experiências e disputar na modalidade resgate de alto risco, onde é simulada uma arena em que o robô tenta ultrapassar os obstáculos do caminho. Ao fim da trajetória ele precisa usar a inteligência para encontrar a vítima e colocá-la na área de resgate.

Estão inscritas até o momento 97 equipes, a grande maioria é da escola pública, mas também participam escolas privadas. Ao todo, participaram quatro competidores por equipe, com o acompanhamento de um professor. O evento atenderá a mais de 400 alunos. De acordo com o reitor do Iema, Jhonatan Almada, o evento sintetiza a importância da robótica educacional para os jovens. “O estudo da robótica contribui para o aprendizado de física, matemática e outras áreas do conhecimento através da ludicidade da experimentação prática que ela propicia. Os alunos são desafiados a construir seu próprio robô e a programá-lo e, a partir disso, eles também mobilizam o conhecimento de outras áreas para a aprendizagem.

A robótica faz parte do currículo do Iema e é um dos diferenciais importantes que nós oferecemos aos nossos estudantes para que tenham uma formação de qualidade”, contou o reitor, ao enfatizar que os prêmios e reconhecimentos contabilizados pela equipe de robótica do Iema são motivo de grande orgulho.Para o professor de engenharia da computação da Ufma e organizador da OBR, Wener Borges de Sampaio, a robótica é uma grande aliada no processo de ensino e aprendizagem. “A partir do momento que é iniciada a robótica educacional começam a surgir uma série de vantagens, pois se trabalha a convivência em equipe, a curiosidade e o despertar para as ciências exatas. O professor em sala de aula pode direcionar os alunos a gostar de outras disciplinas com o auxílio da robótica”, disse.

As equipes que tiverem o melhor desempenho na etapa estadual da OBR seguem para a nacional que acontece em novembro, em Curitiba, no Paraná.