Home Cultura Literatura Evento homenageia centenário de nascimento de Josué Montello

Evento homenageia centenário de nascimento de Josué Montello

Evento homenageia centenário de nascimento de Josué Montello

Entre os dias 21 a 25 de agosto, a Casa de Cultura Josué Montello na Rua das Hortas em São Luís sediará a VII Semana Montelliana, que faz parte, este ano, da programação alusiva ao Centenário de Nascimento de Josué Montello. A programação do evento é gratuita e aberta ao público interessado, sem necessidade de inscrição.

A solenidade de abertura da VII Semana Montelliana / Centenário de Nascimento de Josué Montello acontece na próxima segunda-feira (21) às 17h, com a palestra magna “Por Quem Tocam os Tambores de São Luís”, a ser proferida pelo ilustre imortal da Academia Brasileira de Letras e amigo pessoal  de Montello, Arnaldo Niskier (RJ). Exposições fotográficas, lançamento de livros, cordel e teatro, visitas guiadas, lançamento de selo comemorativo e outras palestras alusivas à obra desse grande escritor completam a programação diária da Semana Montelliana, com atividades diárias pela manhã e pela tarde, na Casa de Cultura Josué Montello até a sexta – feira (25.08). Entre os palestrantes convidados que falarão sobre o autor estão os escritores Aldy Mello de Araújo, Reginaldo de Jesus (SE) e José Neres.

Um dos maiores escritores brasileiros de todos os tempos, o maranhense Josué Montello, completaria 100 anos se estivesse vivo. Jornalista, professor, romancista, cronista, ensaísta, historiador, orador teatrólogo e memorialista, ele nasceu em São Luis em 21 de agosto de 1917. Do Maranhão levou as raízes e suas grandes referências; mas foi um cidadão e um escritor do mundo. Residiu no Rio de Janeiro e passou temporadas como convidado em países como Espanha, Portugal e Perú e na França. Foi Embaixador do Brasil  junto à UNESCO em Paris e o segundo mais jovem imortal da Academia Brasileira de Letras (ocupou a cadeira de número 29, fundada por Arthur Azevedo e que tem como patrono Martins Pena). Foi membro da Academia Maranhense de Letras desde 19848 e sócio honorário do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão.

Montello se considerava, acima de tudo, um homem das letras e disse uma vez que: “tudo o que fiz, consegui realmente debruçado sobre o papel”.  Seu legado literário é dos mais importantes e respeitados, e que soma mais de 160 obras em vários gêneros  – romances, ensaios, crônicas, história, discursos, analogias, educação, novelas, teatro, biblioteconomia, literatura infantil e juvenil, memórias, prefácios, edições para cegos e cinema. É considerado um clássico de nossa literatura, com muitos livros traduzidos no exterior, bem como versões cinematográficas de duas de suas novelas. Falecido em março de 2006, Josué Montello será revisitado e homenageado como merece de 21 a 25.08; e tendo como palco a Casa de Cultura Josué Montello na Rua das Hortas, local que abriga grande parte do acervo do escritor.