Home Maranhão São Luís Taxistas relatam situações de insegurança e medo na Grande Ilha

Taxistas relatam situações de insegurança e medo na Grande Ilha

Taxistas relatam situações de insegurança e medo na Grande Ilha

“Uma experiência muito difícil, muito ruim e espero que ninguém passe pela situação que eu passei, com esses marginais que andam pela rua”, assim relata um taxista que não quis se identificar, ao sofrer um assalto durante uma corrida.

Atualmente 2.300 taxistas circulam diariamente pelas ruas e avenidas da capital. Profissionais que convivem com o medo de se tornar alvos dos criminosos.

Na última quarta-feira (09), um taxista foi alvo de sequestro relâmpago.  Ao prender quatro indivíduos por assalto e porte ilegal de armas , homens do Choque da Polícia Militar ouviram um estranho barulho vindo do porta malas do carro dos criminosos. Era o dono do veículo, um taxista que não foi identificado, que havia sido vítima do sequestro.

De acordo com o Sindicato dos Taxitas de São Luís, em 2015, 70 taxistas foram vítimas de assaltos. No ano de 2016, foram 45 ações do tipo, este ano, 10 ocorrências foram registradas.