Home Maranhão Imperatriz Falta de receita azul prejudica paciente em Imperatriz

Falta de receita azul prejudica paciente em Imperatriz

Falta de receita azul prejudica paciente em Imperatriz

A mãe de um rapaz de 29 anos, que tem hidrocefalia, luta há mais de um mês para conseguir uma receita azul para o filho no Posto de Saúde Beira Rio, em Imperatriz. Veja matéria sobre mais um caso da falta de receita azul. O rapaz mora junto com a mãe e devido à falta dos medicamentos, comprados apenas com apresentação da receita, sofre com convulsões.

A mãe do rapaz, a aposentada Teresinha Gomes, de 67 anos, diz que não conseguia a receita por falta de material. De acordo com os funcionários da unidade de saúde, a Prefeitura teria uma dívida com a gráfica que faz a impressão das receitas.

Além disso, o posto também sofre com a falta de materiais para curativo, como gaze, algodão e outros de uso básico. De acordo com informações dos funcionários do posto, a falta de material acontece em todo os postos do Município.

Dona Teresinha conta que ainda ontem, terça-feira (08), conseguiu a receita, mas o problema continua. Ela reclama da demora e relata o estado que seu filho ficou por conta da falta dos remédios.

“Muito sofrimento! Ele fica sem dormir, grita muito e às vezes me machuca porque se agita”, descreve a mãe.

Devido à hidrocefalia, o filho de Teresinha precisa de dois remédios, o Tegretol e Neuleptil, que só podem ser comprados com prescrição médica. Segundo ela, por mês, são gastos mais de R$ 150 com a medicação.

 Hidrocefalia

Também conhecida vulgarmente como “água na cabeça”, é uma condição na qual há líquido cérebro-espinhal (líquor) em excesso ao redor do cérebro e da medula espinhal. O líquido cérebro-espinhal atua como uma almofada para o cérebro e a medula espinhal, suprindo de nutrientes e eliminando escórias (produtos degradados).

Nas crianças mais velhas e em adultos, os sintomas incluem dores de cabeça, dificuldade para caminhar, perda das habilidades físicas, mudança de personalidade e diminuição da capacidade mental. Em qualquer idade, os sintomas podem incluir vômitos e letargia.

O tratamento da hidrocefalia depende de sua causa. Ocasionalmente, são usados medicamentos para reduzir a velocidade de produção do líquido cérebro-espinhal por um tempo.

Mais denúncias

Outra denúncia feita pela aposentada é a falta de fraldas no Posto de Saúde Três Poderes, unidade responsável entrega do material. Ela conta que foram disponibilizadas para o filho apenas cinco pacotes, quantidade insuficiente. A mãe ainda revela que gasta mais de R$ 130 só com a compra de fraldas.

“Eu queria que eles organizassem isso, fralda é algo muito caro. As pessoas do posto me informaram que as fraldas chegaram, mas me entregaram poucas”, finaliza Teresinha.

Foi solicitado nota à Prefeitura sobre as denúncias e a equipe do MA 10 aguarda um posicionamento.