Home Notícias Mais de 55% dos ludovicenses pretendem ir às compras

Mais de 55% dos ludovicenses pretendem ir às compras

Mais de 55% dos ludovicenses pretendem ir às compras

Apenas 55,8% dos ludovicenses pretendem ir às compras para presentear seus pais no mês de agosto. Os dados são do levantamento de intenção de consumo para o Dia dos Pais 2017 em São Luís, realizado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA). Na comparação com o mesmo período do ano passado, o resultado revelou uma retração nas intenções de consumo de -7,2%.

Segundo a Fecomércio, o resultado negativo indicado pela pesquisa é consequência, principalmente, do mercado de trabalho, que ainda não conseguiu se recuperar, aliado ao cenário de expansão dos níveis de inadimplência, condições que têm comprimido a renda das famílias. De modo geral, o primeiro semestre do ano encerrou com a eliminação acumulada de 4.233 postos de trabalho na economia maranhense e no acumulado dos últimos doze meses até junho, a situação do mercado de trabalho aponta para a extinção de 9.252 vagas de empregos formais no estado.

Na análise do cenário da inadimplência, segundo os estudos realizados pela Fecomércio-MA, a capital maranhense iniciou o ano com níveis bastante favoráveis e com tendência de recuo dos inadimplentes. Em janeiro a inadimplência atingia 27,2% dos ludovicenses e chegou até a 25,7% em março. No entanto, a partir de março o cenário modificou-se, avançando rapidamente, e em julho 31,2% dos consumidores encontravam-se em situação de inadimplência, o que compromete diretamente a margem de renda das famílias que poderia ser utilizada para o consumo em datas comemorativas como o Dia dos Pais.

Presentes e comemoração

Entre os 55,8% dos consumidores que afirmaram ter a intenção de ir às compras para o Dia dos Pais,, 81,7% disse estar disposto a comprar apenas um produto para presentear, enquanto 13,6% indicou que poderá comprar até dois presentes e 4,8% demonstrou interesse em comprar três ou mais itens.

Entre os produtos que devem ter mais destaque na procura dos consumidores para o período, a pesquisa apresenta os artigos de vestuário liderando a lista com 44,2% da preferência, seguido dos calçados (14,3%), perfumaria (11,2%), relógios (8,6%) e materiais esportivos (7,9%). Com isso, evidencia-se que 86,2% das intenções de compras estarão concentradas nesses cinco tipos de produtos.

Em relação à mesma data no ano passado, em 2017 os itens de vestuário e perfumaria apontaram para um recuo na preferência dos consumidores de 16,3% e 44,8%, respectivamente. Por outro lado, calçados registrou crescimento de 10,9% e artigos esportivos triplicou percentualmente na preferência deste ano. De um modo geral, a pesquisa mostra que os consumidores buscam presentear com produtos funcionais, mas sem perder de vista o controle do orçamento ao indicarem produtos que podem ser encontrados no mercado com preços bastante atrativos.

De acordo com o levantamento, apenas 48,9% dos consumidores afirmaram que irão celebrar o Dia dos Pais, sendo considerado o menor percentual deste indicador desde o início das pesquisas da Fecomércio para esta data em 2012. Na comparação com o ano passado, a predisposição dos ludovicenses em comemorar o Dia dos Pais caiu -16,98%, impactando diretamente no setor de serviços.

Segundo dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), medida mensalmente pelo IBGE, o setor de serviços no Maranhão registra no acumulado dos últimos doze meses até o mês de maio a retração de -10,0% no volume de atividade do segmento, enquanto a receita nominal do setor recuou -7,0% no mesmo período.

Além disso, dentre os consumidores que pretendem celebrar a data este ano, 86,8% informou que irá comemorar em casa, revelando a perspectiva de redução dos gastos com a data. Também foram citados como locais para a comemoração as igrejas (3,2%), praias (3,1%), restaurantes (1,6%), cinema (1,0%) e viagens (0,5%). Dessa forma, as principais comemorações fora de casa registraram quedas nas intenções dos consumidores em comparação com o ano passado, com destaque para os restaurantes, que recuaram 5,9 pontos percentuais, e as praias com retração de 2,8 pontos percentuais.

O cartão de crédito apareceu com 22,8% da preferência dos consumidores para este ano, revelando uma desaceleração na pretensão de utilizar essa forma de pagamento de 42,0% em relação ao ano passado, reflexo dos atuais níveis elevados de inadimplência registrados em São Luís. Além disso, as novas regras quanto ao uso rotativo do cartão de crédito que passaram a valer desde abril ainda não foram capazes de surtir efeito numa percepção positiva do consumidor quanto à redução efetiva dos juros nessa modalidade de pagamento, que pela facilidade de acesso tende a oferecer as taxas mais elevadas do mercado.

A preferência para o local das compras relacionadas ao Dia dos Pais continua sendo liderada pelas lojas dos Shopping Centers (44,4%) e pelas lojas da Rua Grande (33,8%), embora os Shoppings tenham registrado recuo de 12,3% nas intenções de compras e o Centro tenha se mantido estável em relação ao ano passado. Outros locais, tais como as lojas de bairros e galerias comerciais (12,6%), lojas na área do Centro Histórico (5,3%), supermercados (1,8%), internet (1,2%), catálogos (0,7%) e comércio informal (0,6%) também foram lembrados no levantamento deste ano.