Home Maranhão Imperatriz Estudantes de Imperatriz são selecionados em intercâmbio internacional

Estudantes de Imperatriz são selecionados em intercâmbio internacional

Estudantes de Imperatriz são selecionados em intercâmbio internacional

O sonho de estudar fora do país agora vai ser realidade para os alunos que foram selecionados pelo programa de intercâmbio Cidadão do Mundo. Os estudantes desembarcam já no segundo semestre para países como Canadá, Estados Unidos e Cidade do Cabo.

 

Se deslocar para outro país e aprender ou aperfeiçoar uma segunda língua requer altos custos financeiros. Por conta disso, o acadêmico do curso de Medicina, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Agmenon Rodrigues, espera que essa oportunidade de ir gratuitamente aos Estados Unidos pode gerar bons frutos para o futuro profissional.

 

“Acredito que o intercâmbio será muito proveitoso, tanto pela experiência cultural, como a oportunidade de conhecer uma nova cultura, outros costumes, comportamentos e tradições; quanto pelo aprendizado de um novo idioma”, completa Agmenon, que escolheu estudar inglês.

 

Os alunos escolhidos para o programa foram selecionados por meio de um edital divulgado pelo governo do estado, na qual irá custear as principais despesas dos estudantes. Entre os escolhidos, a acadêmica Paula Armada, também do curso de medicina de Imperatriz, irá para o Canadá.

 

“Acho Toronto um lugar incrível. Tudo o que leio a respeito apenas me serve pra animar mais e mais. A oportunidade de poder estar vivendo é surreal e eu só tenho a agradecer. Imagino que irei adquirir uma bagagem incrível passando três meses numa cidade tão cosmopolita, que possui um pouco de todas as partes do mundo nela”, completa Paula.

 

Os alunos entendem que novas portas podem se abrir para o futuro profissional de cada um, ao terem o domínio de um novo idioma. Lucas Alexandre, estuda no curso de Direito da UFMA, pensa dessa maneira. “Acho que quando eu regressar, irá servir para abrir portas em diversos segmentos, e pretendo aproveitar o máximo que eu puder. E claro, pretendo voltar de lá falando inglês com certa fluência”, comenta.

 

O contato com uma nova cultura motivou os alunos para concorrem ao edital. “Acredito que a troca de conhecimento que terei durante o intercâmbio permitirá que, além de agregar valor ao meu currículo acadêmico, sejam desenvolvidos futuros projetos, fazendo com que sejamos multiplicadores desses saberes”, relatou Agmenon.

 

Os estudantes viajam ainda no segundo semestre para os países que já escolheram. Eles foram selecionados em um edital pela Secretaria de Ciência e Tecnologia. Cerca de 90 alunos foram selecionados em todo o Maranhão.

A estudante Paula Armada tem como destino o Canadá