Home Cultura Música Linkin Park publica carta de despedida para Chester Bennington

Linkin Park publica carta de despedida para Chester Bennington

Linkin Park publica carta de despedida para Chester Bennington

O Linkin Park se despediu nesta segunda-feira de seu vocalista, Chester Bennington, que se suicidou na semana passada aos 41 anos em Los Angeles, por meio de uma carta publicada em sua página no Facebook, na qual os integrantes da banda afirmaram que o “vazio” deixado por sua morte que “nunca poderá ser preenchido”.

Dear Chester,Our hearts are broken. The shockwaves of grief and denial are still sweeping through our family as we…

Posted by Linkin Park on Monday, July 24, 2017

“Querido Chester, os nossos corações estão partidos”, disse a banda no início do texto.

Os companheiros do músico no Linkin Park acrescentaram que ainda estão lidando com a “dor” e a “negação” enquanto tentam assimilar o aconteceu.

“Nos últimos dias vimos uma avalanche de amor e apoio, tanto em público como em particular, de todas as partes do mundo. Talinda (esposa de Chester) e a família agradecem, e queremos que o mundo saiba que você foi o melhor marido, filho e pai; a família nunca estará completa sem você”, acrescentaram.

Além disso, o grupo destaca que, ao longo dos anos, a emoção do artista era “contagiante” e que sua voz “barulhenta, divertida, ambiciosa, criativa, amável e generosa” fará muita falta.

Por outro lado, os integrantes do Linkin Park elogiaram a maneira com a qual Chester cantava sobre seus “demônios”, algo que os fez se sentirem “mais humanos”.

“Nosso amor por fazer e tocar música não pode se extinguir. Enquanto não sabemos que caminho tomará o nosso futuro, sabemos que cada uma de nossas vidas foi melhor graças a você. Obrigado por esse presente. Nós te amamos e sentimos muito a sua falta”, concluíram.

O Linkin Park, uma das bandas mais populares dos Estados Unidos, cancelou sua turnê pela América do Norte após a morte de Chester por enforcamento.

As autoridades encontraram uma garrafa com bebida alcoólica pela metade no quarto do cantor e assinalaram que não encontraram vestígios imediatos de consumo de drogas, tampouco uma carta de despedida.

Chester teve problemas com drogas e o álcool durante anos e confessou em várias ocasiões ter considerado se suicidar após sofrer abusos por parte de um adulto quando era criança.

O músico tinha uma relação muito próxima com Chris Cornell, vocalista da banda Soundgarden, que também se suicidou por enforcamento em maio deste ano.

Exatamente na última quinta-feira, dia da morte de Chester, Cornell teria completado 53 anos.

Agência EFE