Home Polícia Justiça manda soltar mãe que matou bebê asfixiado e jogou no lixo

Justiça manda soltar mãe que matou bebê asfixiado e jogou no lixo

Justiça manda soltar mãe que matou bebê asfixiado e jogou no lixo

A mãe, investigada na morte do próprio filho recém-nascido em Timon-MA, foi solta em audiência de custódia nesta quinta-feira (20). A Justiça considerou que Ana Nubia Almeida da Silva, 40 anos, não era considerada perigosa.

“Ela vai responder em liberdade. O juiz reconheceu a gravidade do crime, mas como ela não tinha antecedentes criminais, tem filhos menores de idade, o magistrado resolveu deixá-la responder em liberdade”, explica o delegado regional de Timon, Humaitan Silva de Oliveira.

Ana Núbia teve o filho em casa e o teria enrolado em uma toalha. O bebê nasceu de nove meses e saudável. O corpo do recém-nascido só foi encontrado cerca de quatro dias após o nascimento em um cesto de lixo.

O delegado Humaitan Silva ressalta que o 4º Distrito Policial de Timon-MA dará prosseguimento as investigações.

A caracterização do crime em homicídio doloso ou infanticídio vai depender da perícia médica que indicará se ela estava ou não em estado puerperal. Se constatada que Ana Núbia sofria de depressão pós-parto, a pena será atenuada.

“As investigações seguem normalmente, só que ela vai responder em liberdade. Se for condenada, terá sua liberdade privada. O filho maior de idade será ouvido para saber se ele tinha conhecimento. O juiz colocou na sentença que é um crime grave, mas como ela não é perigosa, não tem antecedentes. Foi levado em consideração que o que leva uma pessoa a cometer um infanticídio é um abalo psicológico pós-parto”, finaliza Humaitan Silva.

A família segue sob acompanhamento do Conselho Tutelar que vai atestar se a mãe tem condições de permanecer cuidando dos outros dois filhos menores de 12 anos de idade.

Cidadeverde.com

Leia também

“Não estava preparada”; explica mãe que jogou bebê em depósito de lixo em Timon

Gari encontra corpo de bebê dentro de lixo em Timon