Home Polícia Acusado de matar fiscal da Sefaz é condenado a 25 anos

Acusado de matar fiscal da Sefaz é condenado a 25 anos

Acusado de matar fiscal da Sefaz é condenado a 25 anos

O réu Jack Douglas Vieira Matos, o “Baiano”, acusado pela morte de José de Jesus Gomes Saraiva, fiscal da  Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), foi condenado a 25 anos de reclusão em regime fechado. O Tribunal do Júri que o condenou aconteceu na tarde desta segunda-feira (17), finalizando por volta das 18h30. Atualmente Jack Matos está custodiado no Complexo Penitenciário São Luís (antigo Complexo de Pedrinhas), onde deve completar a pena. O fiscal da Sefaz foi assassinado há três anos, vítima de uma emboscada.

Ele confessou o crime em juízo e na polícia e foi negado a ele apelar a sentença em liberdade.  No julgamento, que aconteceu no Fórum Desembargador Sarney Costa, foram ouvidas quatro testemunhas, entre elas a  ex-companheira do réu e seu chefe.

Relembre o caso

O fiscal da Sefaz foi assassinado em 19 de novembro de 2014. Vítima de uma emboscada, ele foi atraído ao suposto local onde estaria a mercadoria, na Vila Maracujá, zona rural de São Luís, onde foi encontrado o seu corpo.

Saraiva, como era conhecido, fiscalizava uma carga ilegal de 1.300 fardos de arroz, avaliada em cem mil reais, que vinha de Santa Catarina para São Luís, e seria entregue para a empresa com sede fictícia na Av. Principal do Povoado Maracujá.

Um vídeo obtido pela polícia ajudou a esclarecer o crime. O vídeo mostra o carro da SEFAZ conduzido pelo Fiscal, passando pela Avenida Principal da Vila Maracujá até um lugar sem saída. Em seguida, aparece um veículo, conduzido pelo acusado, que sai do carro e dispara 3 tiros fatais contra o Fiscal.

Caso de acusado de matar fiscal da Sefaz vai a júri popular