Home Cultura Cinema Mostra de cinema homenageia diretor japonês Akira Kurosawa

Mostra de cinema homenageia diretor japonês Akira Kurosawa

Mostra de cinema homenageia diretor japonês Akira Kurosawa

A partir da próxima quarta-feira (19), tem início uma exibição que homenageia o diretor cinematográfico Akira Kurosawa. Intitulada “Jidaigeki – Viajando com Kurosawa ao Japão Feudal”, a mostra acontece no Cine Praia Grande até o dia 26 deste mês e tem entrada franca. Interessados podem retirar ingressos com 30 minutos de antecedência das sessões.

Serão exibidos seis filmes de Kurosawa, que dirigiu 30 filmes, experimentando no cinema oriental um dos recursos mais eficientes dos longas-metragens ocidentais: o suspense. Começando pelo filme “Os sete samurais”, de 1954, que será exibido às 18h e passa em um Japão do século XVI, no qual um velho samurai chamado Kambei é contratado para defender uma aldeia indefesa que é constantemente saqueada por bandidos. O Japão dos guerreiros samurais aristocráticos é o tema mais recorrente nos filmes de Kurosawa, estilo que o consagrou como o mais importante cineasta da terra do sol nascente, estética essa que influenciou uma geração de diretores do mundo todo.

Outro filme que faz parte da mostra é “Sanjuro”, de 1962, outra atração da mostra, que revela também o espírito messiânico das produções do diretor ao evidenciar um grupo de jovens idealistas determinados a “limpar” a cidade da corrupção. Auxiliados pelo samurai Sanjuro, os jovens logo percebem que ele não carrega o conceito de um nobre guerreiro e se decepcionam com seu cinismo e desalinhamento. A exibição acontece no dia 20 de julho, às 18 horas.

Focado no suspense, o filme “Rashomon” apresenta o relato do julgamento testemunhado por um sacerdote onde o réu é acusado de ter abusado de uma mulher e de ter matado o seu marido. A sessão acontece no dia 21 de julho, também às 18 horas.

No sábado, dia 22 de julho, o heroísmo abre espaço na obra do mestre que toma como cenário a época dos guardiões do império japonês em “A fortaleza escondida”. Ainda no século XVI, um poderoso homem escolta uma bela princesa fugitiva a caminho de casa em meio ao território inimigo, mas no meio do caminho havia dois medrosos fazendeiros que tentam retornar para casa depois de fugirem da Guerra Feudal. O público pode acompanhar a película às 18 horas.

Já no domingo, dia 23 de julho, a partir das 18 horas, a mostra traz duas atrações: primeiro o público vai conhecer a história de um samurai errante que entra em uma pequena cidade rural e, ao descobrir que ela está dividida em duas gangues, ele coloca os dois lados em confronto, mas no desenrolar dos acontecimentos e do conflito o samurai terá que tomar uma decisão. Logo em seguida, às 20 horas, é a vez de “Trono manchado de sangue” que traz comandantes de um reino no Japão que no retorno para casa após defenderem o seu senhor em batalha encontram um espírito que faz previsões de seus futuros. A partir do dia 24 de julho o público pode acompanhar a reprise dos longas exibidos.

O último filme de Akira Kurosawa (1910 – 1998) foi “Madadayo”, lançado em 1993. Após esse trabalho, o cineasta chegou a escrever novos roteiros, mas após quebrar a espinha dorsal em um acidente no ano de 1995 ficou impossibilitado de se locomover sem cadeira de rodas, tornando inviável o trabalho na direção.

 

PROGRAMAÇÃO

19 de julho /2016 (quarta-feira)

Exibições/Sessões

18h –“Os Sete Samurais” – (1954) – 202’– P&B

 

20 de julho /2016 (quinta-feira)

Exibições/Sessões

18h – “Sanjuro” (1962) – 95’ – P&B

 

21 de julho /2016 (sexta-feira)

Exibições/Sessões

18h – “Rashomon” – (1950) – 88’– P&B

 

22 de julho /2016 (sábado)

Exibições/Sessões

18h – “A fortaleza escondida” – (1958) –139’– P&B

 

23 de julho /2016 (domingo)

Exibições/Sessões

18h – “Yojimbo” – (1961) – 112’ – P&B

20h – “Trono manchado de sangue” – (1957) – 110’– P&B

 

24 de julho /2016 (segunda-feira)

Exibições/Sessões

18h – “Sanjuro” (1962) – 95’ – P&B

20h – “A floresta escondida” – (1958) –139’– P&B

 

25 de julho /2016 (terça-feira)

Exibições/Sessões

18h – “Rashomon” – (1950) – 88’– P&B

19h30 – “Trono manchado de sangue” – (1957) – 110’– P&B

 

26 de julho /2016 (quarta-feira)

Exibições/Sessões

16h – “Os Sete Samurais” – (1954) – 202’– P&B

19h30 – “Yojimbo” – (1961) – 112’ – P&B