Home Maranhão Acusado de matar companheira é condenado a 25 anos de reclusão

Acusado de matar companheira é condenado a 25 anos de reclusão

Acusado de matar companheira é condenado a 25 anos de reclusão

Nessa segunda-feira (10), em sessão do Tribunal do Júri, realizada na Câmara Municipal de Penalva, o réu Gedson Moreira Silva foi condenado a 25 anos e seis meses de reclusão. Segundo a acusação do Ministério Público, ele foi responsável pelo assassinato de Daniela Costa Diniz, no dia 28 de novembro de 2016.

O crime aconteceu após o casal retornar de uma festa em Penalva. Os dois começaram a discutir e Gedson passou a agredir a companheira com golpes de madeira. Em seguida, a vítima teria sido arrastada pela rua até a residência onde morava. Desacordada, Daniela só foi socorrida na manhã do dia seguinte, por uma irmã dela, que foi avisada por vizinhos sobre as agressões. Quando lá chegou, encontrou a vítima desmaiada, nua e de bruços, ao lado da cama onde o companheiro dormia. Levada ao hospital, Daniela Costa Diniz, que tinha 29 anos à época, não resistiu aos ferimentos e faleceu dias depois.

No julgamento, por maioria prevaleceu a tese do Ministério Público, que defendeu a condenação do réu por estar incurso nas penas do artigo 121 do Código Penal: homicídio qualificado por motivo fútil; com emprego de tortura ou outro meio insidioso ou cruel; por meio de recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa da vítima; e feminicídio.

A defesa do acusado defendeu da desclassificação do crime de homicídio qualificado para lesão corporal seguida de morte e, subsidiariamente, para homicídio simples.