Home Polícia Acusado de matar agente penitenciário tem prisão preventiva decretada

Acusado de matar agente penitenciário tem prisão preventiva decretada

Acusado de matar agente penitenciário tem prisão preventiva decretada

⁠⁠⁠⁠⁠Idael Melo Roxo, acusado de assassinar o agente penitenciário Jorge Luis Lobo, baleado na tarde deste domingo (09) na Avenida Litorânea, teve sua prisão em flagrante convertida para prisão preventiva em audiência de custódia que aconteceu na tarde desta terça-feira (11) e terminou por volta das 17h40. Idael Melo Roxo foi  foi identificado instantes depois do crime, após buscas de uma equipe da Polícia Militar na região.

A justificativa da prisão preventiva de  Idael Melo Roxo seria a garantia da ordem pública e aplicação da lei penal. Entre os indícios que embasam a conversão da prisão estão os indícios suficientes da autoria do acusado, que já possui ficha criminal por prática de crime de roubo e homicídio doloso.

No momento da prisão em flagrante, ele portava duas armas de fogo. Ele foi levado para o Plantão Central de Polícia Civil e apresentado para a imprensa na manhã de ontem(10).

Idael também é suspeito de outro homicídio. De acordo com a polícia, o homem teria assassinado o mototaxista Genilson Lopes de Oliveira no bairro da Cohama. O crime ocorreu no dia 23 de setembro de 2016.

Polícia apresenta autor da morte de agente penitenciário