Home Cultura São João Iniciados os preparativos para a festa de São Marçal

Iniciados os preparativos para a festa de São Marçal

Iniciados os preparativos para a festa de São Marçal

Nesta segunda-feira (26), o Secretário de Estado da Cultura e Turismo, Diego Galdino, se reuniu com o comando da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, representantes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) e organizadores da Festa de São Marçal para alinhar as últimas pendências com relação a realização do evento nesta sexta-feira (30).

Como em anos anteriores, o evento está recebendo suporte estrutural e financeiro do Governo do Maranhão, que, por meio da Sectur, e da Prefeitura de Sáo Luís. Contudo, o instituto Marçal, que tradicionalmente organizava a festa se afastou da organização.

Iluminação

Assim como o João Paulo, outros bairros da capital onde foram instalados palcos oficiais do ‘São João de Todos’, realizado pelo Governo do Estado, em parceria com a Prefeitura de São Luís, também receberam serviços especiais de infraestrutura urbana, capina e roçagem e melhorias no sistema de iluminação pública, para valorização dos arraiais do Cohatrac, Vila Palmeira, Anil, João de Deus, Cidade Operária, Vila Embratel, Liberdade, Fátima, além do Largo de Santo Antônio e Praça Maria Aragão.

Trânsito

A interdição para o tráfego de veículos será feita nas seguintes vias: Avenida São Marçal (próximo à Feira do João Paulo), Avenida Getúlio Vargas (próximo ao Curso Wellington) e Avenida Kennedy (próximo ao Colégio Gonçalves Dias), com suas respectivas transversais. As interdições terão início a partir das 22h de quinta-feira (29) e prosseguem até a 0h de sábado (1º de julho).

A SMTT ressalta que a utilização de equipamentos de som nos locais indicados deverá obedecer ao que preceitua a Lei do Silêncio. No que se refere ao serviço de carga e descarga de veículos para abastecimento dos locais interditados, será permitido até as 22h de quinta-feira (29).

Os veículos militares, de bombeiros, de polícia, de reparos de serviços públicos essenciais e ambulâncias, assim como os veículos dos moradores das áreas interditadas devidamente identificados, terão livre acesso, de acordo com a orientação dos agentes de trânsito da SMTT.