Home Maranhão São Luís Arquidiocese de São Luís celebra a solenidade de Corpus Christi hoje

Arquidiocese de São Luís celebra a solenidade de Corpus Christi hoje

Arquidiocese de São Luís celebra a solenidade de Corpus Christi hoje

Nesta quinta-feira (15), a Arquidiocese de São Luís celebra a solenidade de Corpus Christi no Aterro do Bacanga. A festa é uma das datas mais importantes no calendário católico e traz como tema este ano “A Eucaristia nos envia na missão de cultivar e guardar a criação”.

O tema está relacionado com a Campanha da Fraternidade 2017, que aborda o cuidado com os biomas brasileiros, em concordância com a encíclica “Louvado sejas” do papa Francisco, que aborda, sobretudo, a ecologia.

O evento tem início às 14h30, com a concentração dos fieis, que chegam de diversos bairros da capital. Após a chegada do público, será iniciada às 15h a oração do Terço da Misericórdia e, às 17h, acontece a Missa Solene, presidida pelo arcebispo dom José Belisário da Silva e concelebrada pelo bispo auxiliar, dom Esmeraldo Barreto, além de bispos convidados, presbíteros e diáconos, representando as 55 paróquias da Arquiodiocese.

Após a missa, às 18h30 será realizada uma grande procissão saindo do Aterro do Bacanga, que percorrerá a Avenida Beira Mar e voltará ao ponto de origem.

Solenidade de Corpus Christi

A festa do “Corpo e sangue de Cristo” é um evento tradicional na capital maranhense, para a comunidade católica. Embora seja uma data móvel, é também celebrada em todo o mundo. Para celebrar o dia, paróquias e comunidades adornam as igrejas, enfeitam as ruas e confeccionam tapetes nos bairros por onde passa a procissão de Corpus Christi. Feito de materiais reciclados como pó de café, serragem, cascalho, casca de ovo, sal grosso, entre outros.

O tapete é confeccionado durante a noite e madrugada anterior ou mesmo no dia da procissão.  Em São Luís, é famoso os tapetes confeccionados no bairro do Cohatrac e no Aterro do Bacanga.

Corpus Christi

A expressão Corpus Christi é de origem latina e significa “Corpo de Cristo”. Essa solenidade acontece sempre na segunda quinta-feira depois do dia de Pentecostes. A celebração teve origem em 1243, em Liège, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Cristo demonstrando-lhe desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque. “Celebrar a ceia eucarística é celebrar a presença de Jesus em nosso meio”, exemplifica dom José Belisário, arcebispo de São Luís.

Em 1264, o Papa Urbano IV, através da Bula Papal “Transiturus de hoc mundo“, estendeu a festa para toda a Igreja. A procissão com a Hóstia, conduzida em um ostensório pelas ruas, é datada de 1274. Porém, segundo historiadores, foi na época barroca que a tradição ganhou força.