Home Notícias Economia Cobrança do IPTU passará por mudanças; entenda

Cobrança do IPTU passará por mudanças; entenda

Cobrança do IPTU passará por mudanças; entenda

Em visita ao Sistema Difusora na manhã desta quarta-feira (7), o secretário municipal da Fazenda, Delcio Rodrigues, explicou sobre as novas atualizações do Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU). Segundo ele, não foi alterada a forma de calcular o imposto, que se baseia nas condições e da localização dos imóveis; As mudanças que estão sendo implantadas estão relacionadas à qualidade da apuração das informações dos contribuintes: foi aplicado um Projeto de saneamento no cadastro do IPTU, visando atualizar os dados para a cobrança e, assim, tornar o processo mais efetivo.

Quando o processo teve início, em 2014, São Luís era a capital do Nordeste com menor arrecadação de IPTU, segundo o secretario. Isso acontecia devido a falhas no sistema de dados e falta de atualização do mesmo. Por isso, ele afirma, o imposto não era recolhido com efetividade. Como exemplos, ele cita casos onde estabelecimentos pagavam por terreno em zona rural, mesmo localizados em área urbana e moradores que contribuíam o equivalente a um determinado valor de metros quadrados do imóvel, quando este havia passado por expansão e por isso aumentou sua área de abrangência.

O projeto envolve um mapeamento atualizado e detalhado do território ludovicense, o que permitirá ao Município a garantia de apuração correta em casos de atraso e não pagamento do imposto.

Informações sobre o IPTU 2017

Nessa segunda-feira (5),  por meio da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), disponibilizou as informações sobre o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU – 2017). Neste primeiro momento, os contribuintes poderão ter acesso aos dados da cobrança por meio do site da Semfaz ou pela Central de Atendimento do IPTU que iniciará as atividades na mesma data.
Os contribuintes que quiserem pagar o seu tributo antecipadamente poderão acessar o link do IPTU, no site da Semfaz e imprimir a guia de pagamento. Já os que optarem pelo carnê, estes estão previstos para serem entregues, via Correios, a partir da segunda quinzena de junho.
Para este ano, foram realizados ajustes na base de dados dos imóveis por geolocalização e recadastramento, deixando-a mais moderna e adequada à realidade. As informações sobre o IPTU estão sendo disponibilizadas no site da Semfaz com antecedência, com objetivo de esclarecer à população possíveis dúvidas sobre as mudanças na cobrança do imposto.