Home Maranhão Imperatriz Justiça decreta liberdade provisória a acusado de estupro

Justiça decreta liberdade provisória a acusado de estupro

Justiça decreta liberdade provisória a acusado de estupro

A Justiça liberou da tarde esta sexta – feira (02), o alvará de soltura de Agnaldo Júnior Rodrigues Silva, preso na Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz (Upri 2), desde o último dia 20 de abril.

Agnaldo é acusado de esganar e em seguida estuprar uma jovem, no dia 29 de janeiro, ao voltar de uma festa, em Imperatriz. O réu foi preso em flagrante pela Polícia Civil ainda no dia do crime, mas posto em liberdade provisória logo depois, com medidas cautelares e sob pagamento de fiança.

Contudo Agnaldo voltou para a cadeia em abril, por descumprir as condições impostas pela justiça durante a liberdade provisória.

Os advogados do réu haviam entrado com o pedido de habeas corpus deste logo após a sua segunda prisão, em meados de abril.

O caso:

Na manhã de domingo (29/01) uma jovem – que está tendo a identidade preservada – registrou ocorrência policial contra Agnaldo Junior (23 anos) no Plantão Central da Polícia Civil de Imperatriz.

De acordo com a denúncia, Agnaldo Junior teria oferecido carona à jovem prometendo levá-la em casa, após a saírem de uma festa.

Entretanto, ele teria levado a jovem a outro local e lhe forçado, a esganando. Ela desmaiou e, em seguida, foi estuprada.

O delegado de plantão Gustavo Tavares levou a jovem para realizar exame de conjunção carnal, onde foi comprovada esganadura seguida de desmaio e estupro. A Polícia Civil prendeu Agnaldo Junior em sua residência no início da tarde do dia 29, ainda durante o período do flagrante.