HomeMaranhãoImperatriz Encerrada sentença de pronuncia do caso Nayara Paixão

Encerrada sentença de pronuncia do caso Nayara Paixão

Encerrada sentença de pronuncia do caso Nayara Paixão

Amigos, familiares de Nayara Reis Paixão, além de representantes do movimento feminista e de movimentos sociais ocuparam a entrada do prédio do Fórum de justiça Henrique de La Roque, na tarde desta sexta- feira (02), durante a sentença de pronúncia de Gedeon Abreu acusado de ser o mandante do assassinato de Nayara Reis Paixão, morta no dia 07 de novembro de 2016.

Nayara foi assassinada a tiros por dois homens de moto no momento em que saía do trabalho, na região do bairro Beira – rio, região histórica da cidade.

A audiência começou na última terça-feira (30), quando segundo o promotor do caso, Alenilton Santos, ao ouvirem os envolvidos no crime, o acusado de ser o mandante do crime e também ex – namorado de Nayara, Gedeon Abreu, afirmou que o menor que confessou ter efetuado os disparos a mando de Gedeon foi coagido a confessar.

Por conta disso, o caso do menor, que já havia sido julgado, foi reaberto e a nova audiência remarcada para esta quinta -feira (02), onde este novamente foi ouvido e incluído no processo.

A juíza do caso e titular da Primeira Vara Criminal, Ana Lucrécia Bezerra Sodré Reis, explicou que essa audiência seria para ouvir as testemunhas e fazer uma análise preliminar do caso, e a partir daí, decidir se o réu irá a júri popular ou não.

Segundo o promotor, a decisão de tipo de júri e a data do julgamento devem ser marcados ainda hoje.

Sobre o crime:

Nayara Reis Paixão foi assassinada na noite do dia 07 de novembro de 2016, enquanto saía do trabalho, um restaurante próximo à avenida Beira – rio, região nobre da cidade.

Na outra semana, uma operação coordenada pelo delegado Eduardo Galvão, capturou o menor suspeito de efetuar os disparos. Segundo a polícia, o menor já tinha duas passagens, a última dela havia sido expedida dois meses antes, após tomar uma moto de assalto.

No Plantão Central, o menor confessou que efetuou um tiro, e que o mandante foi o ex namorado de Nayara, Gedeon Abreu. Segundo o menor, Gedeon também pilotava a moto no momento do crime e havia lhe prometido 500 reais em dinheiro para efetuar os disparos.

As prisões do menor e de Gedeon foram decretadas, e desde então os dois se encontram à disposição da Justiça.