Mais de 13 mil escolas no Brasil participam de Olimpíada de astronomia

Nesta sexta-feira (19), cerca de 800 mil estudantes do País participam da 20ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). A prova é aplicada em 13 mil escolas para alunos de todos os anos dos ensinos fundamental e médio.

O exame possui 10 questões de raciocínio lógico ligadas à astronomia e astronáutica. Os participantes da competição ganham um certificado e concorrem a 40 mil medalhas.

Os alunos mais bem classificados representam o País na Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica e na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica de 2018. Os estudantes destaques também concorrem a vagas na Jornada Espacial, em São José dos Campos (SP), onde participam de um programa de imersão com especialistas na área espacial.

OBA

Em 20 anos, a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica já superou os 8 milhões de participantes. Em 2016, foram quase 745 mil estudantes de 7,9 mil escolas participantes e a colaboração de 64 mil professores.

Podem participar todos os estudantes dos níveis fundamental e médio do País, regularmente matriculados. Não há restrição quanto ao número mínimo ou máximo de alunos participantes por escola. Se a escola onde o aluno estuda não estiver cadastrada para participar da OBA, o estudante interessado poderá recorrer a outra escola cadastrada.

A competição é coordenada por uma comissão formada por membros da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB).

Portal Brasil