Home Brasil Temer admite que governo considera ampliar isenção do IR

Temer admite que governo considera ampliar isenção do IR

Temer admite que governo considera ampliar isenção do IR

O presidente Michel Temer admitiu nesta segunda-feira, em entrevista a rádios regionais, que o governo considera a possibilidade de ampliar a faixa de isenção do imposto de renda e defendeu a utilidade da medida, mas reconheceu que é uma mudança “complicada”.

“Houve apenas uma primeira conversa para verificar se seria possível ampliar a faixa limite para o Imposto de Renda. Se for possível é claro, se aumenta a faixa de isenção, está se permitindo que muita gente possa economizar no pagamento do tributo para aplicar no varejo ou onde seja”, disse Temer, ao ser perguntado sobre a possibilidade de ampliar a faixa de isenção do IR.

Questionado depois sobre a previsão para uma decisão, o presidente negou que haja algo concreto. Disse que houve “uma breve fala” apenas, mas afirmou que a ampliação da isenção o agrada.

“Se você me perguntar ‘seria bom’? Seria bom, porque seria uma maneira de alcançar uma boa margem de trabalhadores que seria beneficiada por isso de um lado, e de outro lado a economia, porque em vez de pagar o tributo usariam isso na economia”, afirmou.

“Seria útil, mas é uma coisa complicada. Eu reconheço que é complicado”, disse Temer, acrescentando que analisaria “com muito cuidado” a possibilidade, mas que não tem um prazo para decisão.

REFORMAS

Temer voltou a defender a reforma da Previdência e atribuiu a dificuldade de o governo fechar os votos na Câmara a informações distorcidas que teriam sido passadas à população sobre as medidas que seriam aprovadas. Segundo ele, o eleitorado fica mais resistentes e leva a preocupação aos parlamentares.

O presidente admitiu que o governo espera votar apenas o primeiro turno da reforma na Câmara na última semana deste mês ou na primeira de junho, porque ainda não tem votos suficientes, mas que os líderes partidários estão levantando as resistências na base.

Reuters Brasil