Home Maranhão São Luís Somente dois hospitais têm o soro contra o veneno de aranha

Somente dois hospitais têm o soro contra o veneno de aranha

Somente dois hospitais têm o soro contra o veneno de aranha

O veneno da aranha marrom tem dois efeitos nos organismos dos seres humanos: necrosar o local picado e causar problemas renais.  Na capital maranhense, somente dois hospitais oferecem o soro contra o veneno da  aranha marrom – os hospitais Hospital Djalma Marques (Socorrão I)  e Hospital de Urgência e Emergência Doutor Clementino Moura (Socorrão II).  O veneno da aranha marrom, que já fez três vítimas em São Luís, ataca as hemácias – as células vermelhas do sangue, diz o especialista Maurício Mendonça, biólogo e professor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).   A destruição destas podem provocar uma insuficiência renal, que pode vir a levar a morte.

Os acidentes com as aranhas marrons são comuns dentro de casa. Por isso, cuidados básicos podem ajudar na prevenção.  “É uma aranha que gosta de se esconder em ambientes mais escuros e tem atividade noturna. É comum ela ficar escondida em sapatos, em mangas de casacos”, comenta o especialista.

No Brasil, a cidade com maior incidência de pessoas picadas por aranha marrom é Curitiba. Em São Luís, as três pessoas picadas pela aranha marrom foram internadas. Duas delas já foram liberadas e a outra foi transferida para o Hospital Carlos Marcieira.

Apesar das consequências perigosas, os riscos de morte são menores que 1%.