Home Notícias Saúde No Maranhão, apenas 18% do público-alvo se vacinou contra gripe

No Maranhão, apenas 18% do público-alvo se vacinou contra gripe

Apenas 272,8 mil maranhenses procuraram os postos de saúde para se vacinar contra a gripe. O número representa 18,1% do público-alvo do estado, formado por 1.390,9 mil pessoas consideradas mais vulneráveis para complicações da gripe. A campanha termina em 20 dias.

Segundo dados do Ministério da Saúde, o estado receberá um total de 1.864.000 doses da vacina.

Desde o dia 17 de abril, a vacina contra a gripe está disponível nos postos de vacinação para crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, além dos professores que são a novidade deste ano.

Vacina

A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza. A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). Neste ano, houve mudança na cepa do vírus A H1N1 para A/Michigan/45/2015 (H1N1) pdm09. Desde 2009, a cepa do vírus A H1N1 utilizada nos países a sul da linha do Equador era A/California/7/2009 (H1N1) pdm09.