Home Cultura Intervenção urbana é apresentada na Praça Deodoro

Intervenção urbana é apresentada na Praça Deodoro

Intervenção urbana é apresentada na Praça Deodoro

Nesta segunda-feira (8), às 16h, a programação do Sesc Amazô​nia das Artes conta com a intervenção urbana “Não cabe mais, gente!” do in-Próprio Coletivo (Mato Grosso). A performance retrata as situações que os usuários de transporte público urbano enfrentam no dia a dia. Com classificação livre e duração de 80 minutos, a performance acontece a partir das 16h30, na Praça Deodoro.

Os atores em cena reproduzem o aperto, o calor e as dificuldades peculiares ao cotidiano dos usuários de transporte coletivo. Produzido em 2014 através de experimentações e aprofundamento das pesquisas em performance e teatro contemporâneo, o in-Próprio Coletivo concebeu “Não cabe mais,gente!” em parceria com o grupo de pesquisa Artes Híbridas: intersecções, contaminações e transversalidades (ECCO-UFMT).

Amazônia das Artes

Este ano o Amazônia das Artes promoverá 31 mostras de artes visuais, 81 espetáculos de artes cênicas – que contemplam dança, teatro e circo – 46 apresentações musicais, bem como exposições de 36 obras audiovisuais, 12 trabalhos literários e quatro intervenções urbanas. Em 10 anos, foram realizadas mais de 1.500 apresentações com 700 artistas dos estados Acre, Amazonas, Pará, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Maranhão, Amapá, Tocantins e Piauí.

Pensada como uma estratégia, baseada nas políticas culturais da instituição, para fomentar a produção em arte destas localidades e ser mecanismo para a desconstrução de fronteiras geográficas e culturais que dificultam a circulação de obras de arte por esta região, o projeto difunde o olhar amazônico nas linguagens artes visuais, intervenção urbana/performance, artes cênicas, audiovisual, literatura, audiovisual e música. Além das apresentações, os artistas se encontram para compartilhar experiências e técnicas ou para participarem das inúmeras oficinas ministradas pelos artistas em circulação para ampliar o contato com o público de onde estiverem.