Home Maranhão Imperatriz Jovem morre afogado durante mergulho em rio Tocantins

Jovem morre afogado durante mergulho em rio Tocantins

Jovem morre afogado durante mergulho em rio Tocantins

Imperatriz – O corpo de Carlos Eduardo de Araújo Lima (16 anos), foi encontrado morto nas margens do rio Tocantins, próximo à ponte Dom Felipe Gregory, que divide os estados do Maranhão e do Tocantins.

Segundo testemunhas, o jovem teria saído com amigos no feriado de primeiro de maio, para tomar banho no rio, em uma área conhecida como “Areal”, e durante a diversão, ele teria pulado da ponte, e com o impacto, se afogado durante o mergulho.

Após o mergulho o corpo do jovem não emergiu, então o Corpo de Bombeiros foi chamado ao local e as buscas se iniciaram.

O corpo foi encontrado por barqueiros, que trabalhavam próximo do local do afogamento.

De acordo com os bombeiros, o jovem teria se afogado por ter mergulhado muito próximo à ponte, e batido a cabeça em um dos pilares desta.

Logo que a notícia do aparecimento do corpo se espalhou, a mãe e a irmã de Eduardo entraram em estado de choque. De acordo com a tia do rapaz, a dona de casa Raimunda de Araújo Silva, a tragédia mexeu com os moradores próximos de onde ele morava, por que ele era querido por todos do bairro.

“O sentimento de perda é um vazio muito grande. A minha preocupação maior é com a mãe dele porque só eram três e ele era quem sempre dormia com ela, ele era o mais próximo,” lamentou a dona de casa.

Os afogamentos

Esse é o quarto caso de afogamento, desde que os primeiros bancos de areia começaram a aparecer no rio Tocantins, dando sinais de que o veraneio está chegando e as praias começaram a ser exploradas de forma irregular pelos banhistas e barraqueiros, ou seja, consideradas impróprias para banho, de acordo com a Defesa Civil.

Outro caso de afogamento nas águas do rio Tocantins neste final de semana, foi o de Thiago Rogério Oliveira Rego, que foi mergulhar nas proximidades da praia do povoado Bela Vista, na margem tocantinense do rio, e acabou se afogando.

Foram montadas forças-tarefas para procurar o corpo, entre elas, uma união entre as corporações dos Bombeiros do Maranhão e do estado do Tocantins, mas até o fechamento desta reportagem, o corpo não havia sido encontrado.

As praias impróprias

O período tradicional de veraneio do rio Tocantins vai de junho a setembro e compreende pelo menos cinco cidades apenas no Maranhão e outras oito no estado do Tocantins.

Em abril deste ano, no município de Bela Vista, margem tocantinense do rio, pelo menos seis barracas já tinham sido montadas na expectativa de atrair os banhistas no feriadão.

Porém, o que é diversão para uns, é preocupação para outros, segundo o representante do corpo de bombeiros em Imperatriz, tenente Evandro, nesta época do ano o rio Tocantins deveria estar pelo menos cinco metros acima do que está.

Por conta disso, ele chama a atenção de quem já se aventura nas praias para os riscos que esses locais oferecem:

“É preciso conhecer bem o local para evitar acidentes. Nunca uma criança deve ser deixada sozinha na água, ou próximo de balneários. Isso vale também para os adultos, sempre tem que ter uma pessoa supervisionando caso aconteça alguma coisa e seja necessário acionar os bombeiros. Vamos estar de prontidão à todas as famílias e ocorrências”, afirma o tenente.