Home Notícias Educação Curso de inspetor de ultrassom industrial em solda chega a SL

Curso de inspetor de ultrassom industrial em solda chega a SL

Curso de inspetor de ultrassom industrial em solda chega a SL

Chegou em São Luís o Curso de Extensão Inspetor Ultrassom Industrial em Solda Nível 2, no Instituto Federal do Maranhão. São 12 vagas abertas à comunidade. O curso será realizado pela Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção (Abendi) por meio do Organismo de Treinamento Reconhecido (OTR) Cetre do Brasil. As inscrições vão até 28 de abril e devem ser feitas no site  ou pelos telefones (11) 2188-1750, (11) 2188-1783 e 0800-145556 (contato: Neide Guimarães).

As aulas serão realizadas de 8 a 26 de maio.

A iniciativa é um projeto de extensão elaborado através de Edital Fluxo Contínuo da Pró-Reitoria de Extensão e Relações Institucionais (PROEXT) do IFMA, que celebrou convênio com a Abendi. O IFMA é a primeira instituição da Rede Federal a oferecer a capacitação.

Um dos autores do projeto de extensão, o professor do IFMA e engenheiro Marcelo Caethano de Souza Cabeça, explica que o inspetor de solda nível 2 é responsável por detectar a presença de trincas no interior da solda, por exemplo, garantindo a qualidade e confiabilidade do seu serviço.

“O  inspetor de solda costuma trabalhar para grandes indústrias ou empresas.É um trabalho necessário em muitos setores. O inspetor pode verificar a integridade das asas de um avião, a existência de rachaduras nas chapas que formam um navio ou ainda defeitos em plataformas de petróleo”, exemplifica.

O projeto de extensão foi elaborado com o professor e engenheiro do IFMA André Santos da Silva Neto. Segundo ele, o curso, ao oferecer qualificação, colabora para aumentar a competitividade da indústria local. “A qualificação estimula o ensino dos Ensaios Não-Destrutivos [END] nas técnicas de inspeção, fomentando seu uso correto”, diz.

De acordo com o pró-reitor de Extensão do IFMA, professor Fernando Lima, o convênio com a ABENDI credencia o IFMA a promover parcerias. “São parcerias desenvolvidas por meio de projetos de pesquisa aplicada a multiclientes, articulando empresas e universidades”, esclarece.

Com informações da assessoria