Home Maranhão Imperatriz Falta de ônibus prejudica centenas de passageiros

Falta de ônibus prejudica centenas de passageiros

Falta de ônibus prejudica centenas de passageiros

Desde que houve a apreensão dos ônibus da empresa de transporte intermunicipal, Monte Hebrom, passageiros de seis municípios estão sem transporte para circular entre essas cidades e inclusive sem ter como fazerem compras ou tratamentos de saúde em Imperatriz, maior polo comercial da região Tocantina e único polo de saúde em um raio de 400 km.

A falta de ônibus se deu por conta de uma operação realizada pela Agência Estadual de Mobilidade Urbana (Mob), que apreendeu vários ônibus com irregularidades, entre eles, os ônibus da Monte Hebron, que afirma não ter condições imediatas de repor a frota.

Outro fato que motivou a fiscalização das condições de trafegabilidade dos ônibus da empresa, foi o acidente na BR 010, onde um ônibus da empresa tombou deixando 16 feridos, no último dia cinco deste mês.

Em nota, a Mob afirmou que os veículos da Monte Hebrom foram apreendidos em uma operação conjunta entre o Mob, a Polícia Militar, Ministério Público do Trabalho, Ministério Público Estadual e Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte; e permanecem apreendidos, conforme decisão da Justiça do Trabalho, para a garantia do pagamento de dívidas trabalhistas que a empresa acumula.

Contudo o proprietário da Monte Hebrom, Denis Policarpo, acusa a Mob de perseguição, e afirma que as apreensões seriam para favorecer outra empresa de ônibus, de um amigo do presidente da Mob, Arthur Cabral, que também teria interesse na rota.

O empresário abriu um processo na justiça contra a agencia, pois segundo ele, mesmo depois de apresentar toda a documentação que comprovam a legalidade dos veículos e as condições de trafegabilidade deste, a Mob ainda os mantém retidos.

Enquanto este problema entre a empresa e a agência não é resolvido, a população permanece sem ter como se locomover. Para remediar a situação, alguns moradores das cidades vizinhas que precisam se dirigir à Imperatriz, estão recorrendo às vans, e pagando quase 50% a mais do que pagariam se fizesse o mesmo percurso de ônibus. Como é o caso do cinegrafista Aldo Manoel de Sousa, que mora na cidade de Montes Altos, distante a 65 km de Imperatriz, e precisa se deslocar à cidade para trabalhar.

“A comunidade está penando por causa do preço da passagem, tem apenas duas vans que passam pela cidade vindo de outros lugares e carros pequenos que fazem o transporte, mas além de ser mais cara a passagem, não tem mais horário certo. Antes tinha ônibus até cinco horas da tarde, agora a gente tem que esperar as vans passarem pela cidade,” desabafa o cinegrafista.

Segundo a Monte Hebrom,15 mil pessoas são atendidas diariamente pela empresa, e cerca de 120 mil pessoas mensalmente, em seis municípios da região.

Com base nesta informação, desde a apreensão dos ônibus, no último dia 06, quase 80 mil pessoas ficaram sem ônibus intermunicipal.

 

 

O Acidente

Um grave acidente de trânsito aconteceu na manhã da primeira quarta-feira deste mês (5/04), na altura do km 240, da BR-010, onde um ônibus tombou deixando 16 pessoas feridas.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal no Maranhão (PRF-MA), o acidente aconteceu por volta das 11h30. O veículo da empresa Monte Hebrom se deslocava no sentido a Imperatriz, quando um dos pneus do ônibus furou. O motorista acabou perdendo o controle do veículo, o qual capotou fora da rodovia.

No veículo de empresa Monte Hebron fazia a linha Imperatriz Governador Edison Lobão, com várias pessoas a bordo, entre adultos, crianças e pessoas idosas. Ainda de acordo com a PRF-MA, 16 pessoas ficaram feridas e não houve óbito.

A equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada para atender os feridos, que foram levados para o Hospital de Imperatriz.