Home Maranhão Imperatriz Ministério Público anula seletivo da prefeitura em Imperatriz

Ministério Público anula seletivo da prefeitura em Imperatriz

Ministério Público anula seletivo da prefeitura em Imperatriz

Desde que o resultado do seletivo para cargos na Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) foi publicado, na última quarta – feira (05), o Ministério Público tem recebido diversas denúncias de fraudes nos critérios de seleção e na condução do seletivo como um todo. Além de procurar o órgão, os participantes do seletivo, aprovados ou não, denunciaram nas redes sociais as possíveis fraudes no certame e criaram um grupo em um aplicativo de mensagem para se organizarem contra o resultado da seleção.

Entre as principais reclamações os participantes do seletivo, estão a divulgação de aprovação de nomes que não constam entre a seleção, ou a aprovação da mesma pessoa para mais de um cargo ofertado, coisa proibida pelo próprio edital do seletivo.

Um dos participantes que procuraram o MP, foi Cristiano da Conceição, que se inscreveu para o cargo de cuidador social.

Cristiano afirma que foi chamado para entrevista, tirou uma boa pontuação e seu nome não apareceu entre os classificados; no entanto, segundo ele, gente que tirou pontuação inferior a dele aparece da lista de aprovados.

“Esse resultado é no mínimo estranho; teve gente que obteve a pontuação máxima na seleção, no entanto o nome nem apareceu. E teve pessoas que fizeram pontuação mínimas, no entanto foram chamadas,” reclama o participante.

O promotor Eduardo Lages, afirmou que diante das denúncias contra o seletivo, o Ministério Público se reuniu na manhã desta sexta – feira (07), com o prefeito Assis Ramos. Na ocasião, o promotor reiterou a necessidade de anular o seletivo, por conta das denúncias de irregularidades que poriam em cheque a seriedade da Sedes, e avisou que o MP abriria uma investigação sobre o caso.

“Após a reunião com o prefeito foi firmado um compromisso entre as partes de que o concurso seria anulado. Será nomeada uma nova comissão avaliadora para fazer uma nova análise de todos os inscritos, e a criação de uma nova seleção. É importante observar que essa nova entrevista será pública para que todo mudo possa acompanhar o certame,” afirma o promotor.

Após reunião com MP, o Prefeito Assis Ramos divulgou uma nota anulando o seletivo.

Segundo a nota, será designada uma nova comissão para avaliação dos títulos apresentados pelos candidatos e novas entrevistas serão marcadas. A decisão anula todas as fases do seletivo, inclusive a pré – seleção, no entanto só poderão participar do novo seletivo os candidatos que já estão inscritos, pois não haverá nova fase de inscrições.

A nota fala ainda que a prefeitura abrirá uma sindicância para investigar o caso e que os responsabilizados serão sumariamente desligados da instituição.

 Sobre o seletivo

O processo seletivo simplificado, para contratação de profissionais pela prefeitura do município de Imperatriz, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes), foi para formação de cadastro reserva.

O seletivo ofereceu 450 vagas em cargos de nível fundamental (138), nível médio (286) e nível superior (26), com salários que variam de R$ 1.100,00 a R$ 2 mil. As vagas são para as zonas urbana e rural do município.

Os contratados vão atuar nos programas sazonais de proteção social básica e especial, promovidos pela Sedes. Segundo o edital, os candidatos selecionados terão contratos pelo período de seis meses, podendo ser prorrogado até, no máximo, 12 meses.