Home Maranhão Detran registra redução de 30% em acidentes de trânsito no MA

Detran registra redução de 30% em acidentes de trânsito no MA

Detran registra redução de 30% em acidentes de trânsito no MA

O Maranhão registrou, no ano de 2016, uma redução de 30% na quantidade de acidentes de trânsito, tomando-se a comparação com o ano 2015 anterior. O balanço estatístico aponta a ocorrência de 10.033 acidentes durante o ano de 2016, enquanto que, em 2015, foram 14.350. A diminuição maior ocorreu nos acidentes com danos materiais, onde foram 9.184 em 2016 contra 13.507 no ano anterior. Vale ressaltar que em 2014 o número de acidentes de trânsito alcançou o patamar de 16.534.

A apuração destes números decorre dos dados constantes da Unidade de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Segurança Pública, bem como da FENASEG em decorrência do seguro DEPVAT. Segundo a Diretora Geral do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MA), os dados refletem o incremento das ações educativas em conjunto com as de fiscalização, a exemplo da Operação Lei Seca.

“Em 2016, foram feitas 151 barreiras de fiscalização da Operação Lei Seca no Maranhão, um crescimento percentual de 26% em relação ao ano de 2015. A quantidade de pessoas abordadas aumentou 372%, de 4.266 abordagens em 2015, para 20.132 em 2016”, declarou Larissa Abdalla.

A Coordenadora de Educação para o Trânsito, Rosetânia de Farias, destaca que várias novas ações educativas entraram para o calendário do Detran-MA em 2016. Entre os projetos desenvolvidos pela primeira vez no ano passado está o ‘Direção Certa: mais que um papo de bar’, quando as equipes percorrem bares e restaurantes conscientizando as pessoas para que não conduzam seus veículos após o consumo de bebidas alcóolicas.

“A diversificação das ações educativas também levam à reflexão sobre outras condutas perigosas, como a não observância da faixa de pedestres, o excesso de velocidade ou o uso do celular ao volante, por exemplo”, ressalta ela.

“O índice de redução registrado pelo Maranhão encontra-se dentre um dos maiores do país e nos estimula a trabalhar ainda mais em 2017”, finaliza.