Home Maranhão Imperatriz Corpo do jornalista Conor Farias é velado na Câmara Municipal

Corpo do jornalista Conor Farias é velado na Câmara Municipal

Corpo do jornalista Conor Farias é velado na Câmara Municipal

O corpo do jornalista, advogado e empresário Conor Pires de Farias é velado na manhã desta segunda-feira (27) na Câmara Municipal de Imperatriz, no Centro da cidade. Ele morreu na madrugada do domingo (26), aos 63 anos, vítima de um parada cardiorrespiratória. Conor estava internado há quase cinco dias em um hospital na capital São Luís, devido a complicações de cálculo renal. O velório vai até as 17h.

Conor Farias morreu vítima de parada cardiorrespiratória ocasionada por falência múltipla dos órgãos, devido a uma insuficiência renal. Estava internado num hospital da capital, onde passou por um procedimento cirúrgico, mas acabou tendo complicações no quadro clínico. Nos últimos anos, o jornalista enfrentava uma luta contra o diabetes.

O sepultamento do jornalista acontece a partir das 17h, desta segunda-feira (27), no cemitério Campo da Saudade.

O jornalista foi pioneiro na comunicação de Imperatriz. Seu legado, vai desde o implemento do jornalismo opinativo no rádio da região, até a sua irreverência nos debates políticos. Sua trajetória começou no jornal O Progresso, nas décadas 80 e 90 atuou na Rádio Imperatriz AM, hoje, Cidade Esperança. Atualmente, comandava o programa Imperatriz 24, na TV Capital, afiliada de Rede TV.

Amigos e parentes relembraram com saudades os laços profundos de amizade, os bons momentos e o legado de grande observador da política regional que ele deixa para gerações futuras. Um dos onze filhos de Conor Farias, Ítalo Farias, diz que o sonho de Conor irá continuar.

“Agora é colocar a cabeça no lugar e começar as fazer as coisas de acordo com o plano e o sonho dele. O que mantinha ele vivo era a televisão. Então, agora é a hora da gente sentar a família toda e dar continuidade ao sonho dele e não deixar morrer, levar a televisão dele até onde ele queria que ela tivesse. O Conor Farias era o apresentador do povão. Nós vamos procurar uma forma não de substituir, até porque ele em si é insubstituível, mas de não deixar o telespectador sem a cara e casa do povo que é a TV Capital”, disse Farias.