Home Polícia Alerta: Número de estupros cresce na Capital

Alerta: Número de estupros cresce na Capital

Alerta: Número de estupros cresce na Capital

História que fazem parte de uma estatística cruel. Aqui na Capital, em números proporcionais, a incidência do crime de estupro cresceu. Ao todo, no ano passado foram registrados 23 boletins de ocorrência na Delegacia da Mulher, que atende os casos em que a vítima tem entre 18 e 59 anos. Destes, somente 16 viraram inquéritos. Neste ano já foram instaurados 8 inquéritos de 10 ocorrências registradas.

Segundo a delegada titular da DEM, Vanda Moura leite, o número de inquéritos instaurados é menor que o número de boletins de ocorrência registrados porque a vítima precisa solicitar a investigação do caso, o que muitas não fazem, por medo ou por não conseguir depor e relembrar os momentos de terror que viveu.

Apesar do número de estupros registrados ter crescido, os casos ainda são sub-notificados. É que, ainda segundo a delegada, algumas vítimas têm medo de enfrentar o forte preconceito que mulheres nessa situação ainda passam após terem sofrido uma agressão tão brutal.

A última notificação de estupro na Região Metropolitana de São Luís foi registrada na última sexta-feira (24). Uma adolescente de 17 anos, a irmã dela de 15 e a tia delas de 30 anos foram estupradas dentro de casa, em paço do Lumiar. O suspeito, identificado como Marcos Roberto dias, foi preso algumas horas depois mas nega a autoria do crime. No entanto, as vítimas reconheceram ele, que sendo a polícia, ainda é suspeito de praticar outros crimes da mesma natureza.

Outro caso recente que chocou a população aconteceu no mês passado, em são Luís, quando uma capitã do corpo de bombeiros também foi estuprada dentro de casa.