Home Cultura Artistas dão início a ocupação artística com mostra fotográfica

Artistas dão início a ocupação artística com mostra fotográfica

Artistas dão início a ocupação artística com mostra fotográfica

Trabalhos de cinco artistas selecionados na chamada pública de ocupação artística da Galeria Trapiche Santo Angêlo estarão em exposição na próxima terça-feira (21), às 19h. Chamada de “Ocupação Trapiche #1”, a exposição fica em cartaz até o dia 22 de abril, com visitação das 9h às 19h. A Galeria fica localizada na Avenida Vitorino Freire, em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande.

Estão participando os artistas Rafael Roncato, de São Paulo; Sammy Sfoggia, de Porto Alegre; Dandara Maira, Claudia Marreiros e um coletivo de São Luís. Ao todo, a mostra contará com mais de 40 obras de fotografia, técnica mista, fotoprojeção e fotoperformance.

A noite de abertura contará com música, degustação de aperitivos artesanais, intervenções e performances com a participação de alguns artistas que compõem a mostra e de outros que foram convidados para o evento, como é o caso do artista visual Dinho Araújo e da cantora e DJ Fernanda Preta. Ao longo da exposição, serão realizadas cinco oficinas de pin-hole em parceria com o IFMA.

Chamada

Lançada em janeiro deste ano, a chamada de ocupação artística da Galeria Trapiche atraiu a participação de artistas de todo o país com interesse em expor trabalhos em qualquer categoria do campo das artes visuais. O principal objetivo da ocupação é o de atender à política cultural municipal que incentiva o fomento às artes visuais por meio de atividades de circulação de obras e intercâmbio do trabalho de artistas de diferentes regiões. A seleção dos trabalhos foi feita por uma comissão formada pelos profissionais da área de Artes Visuais: Camila Grimaldi (Galeria Trapiche), Regiane Caire (UFMA) e Betânia Pinheiro (Sesc).

“A chamada selecionou o trabalho de 13 artistas locais e nacionais que vão expor ao longo do ano na galeria. A ideia da chamada é realmente ocupar a Galeria com exposições até o fim do ano, por isso algumas acontecerão simultaneamente para preencher todo nosso espaço”, disse a diretora da Galeria Trapiche, Camila Grimaldi.

Foram avaliadas a criatividade, originalidade, contemporaneidade e qualidade técnica de cada proposta, bem como adequação da proposta às instalações da Galeria Trapiche, o estímulo ao conhecimento, a valorização da pluralidade social e cultural e o currículo artístico do proponente.