Home Notícias Saúde Haloterapia é opção de tratamento natural

Haloterapia é opção de tratamento natural

Haloterapia é opção de tratamento natural

Conhecido como tempero para os alimentos, o sal também tem eficácia terapêutica e pode ser usado para diversas tratamento de diversas doenças com as respiratórias e as de origem psicológica como o estresse, a insônia, fadiga, ansiedade e depressão. Mas, ultimamente, devido ao período chuvoso, o maranhense tem sofrido com gripes e diversas doenças respiratórias, sendo a haloterapia ou terapia do sal uma aliada para o tratamento.

A Haloterapia busca aliviar sintomas ligados a queixas respiratórias, doenças dermatológicas, alergias e outras enfermidades. Entram nessa lista problemas como bronquite, rinite, sinusite, muco excessivo, DPOC, fibrose cística, amidalite, faringite, acne, eczema, psoríase, e até doenças de origem psicológica, tais quais estresse, insônia, fadiga, ansiedade e depressão. É uma terapia complementar 100% natural que utiliza o sal como principal elemento.

Especialista no assunto, a microfisioterapeuta Dalila Machado explica que a haloterapia é, basicamente, a inalação de partículas de sal. “As sessões haloterápicas mais modernas são realizadas dentro de uma câmara de sal. Essa câmara tem paredes e chão cobertos com várias camadas de sal e é uma reprodução das grutas salinas subterrâneas”, afirma a especialista. Dalila dirige o único espaço haloterápico do eixo Norte e Nordeste, a clínica Equilíbrio Terapias Interativas, sediada em São Luís. Pela tamanha especialidade do ramo, são comuns pacientes, inclusive, vindos de fora do Maranhão.

“O aerossol seco do cloreto de sódio, comumente conhecido como sal, é considerado o fator curativo principal deste microclima. O sal utilizado é holandês, e de vácuo

especialmente puro, que é produzido para aplicações farmacológicas exigentes. Além disso, não contém iodo, composto encontrado no sal doméstico”, completa a diretora da clínica Equilíbrio.

“O tratamento é voltado a todas as faixas etárias, mas não é recomendado, em alguns casos, como pneumonia, insuficiência cardíaca, sangramentos, hemoptise (que é a expulsão de sangue pela tosse) e também alguns estágios de hipertensão,” conta Dalila Machado.

As sessões haloterápicas mais modernas são realizadas dentro de uma câmara de sal. Reprodução: Divulgação