Home Maranhão São Luís Morte de jovem em são luís pode ter sido causada por dengue

Morte de jovem em são luís pode ter sido causada por dengue

Morte de jovem em são luís pode ter sido causada por dengue

O que era chamado de dengue hemorrágica agora é classificado como dengue grave e no último sábado foi registrada a primeira suspeita de morte causada por este tipo da doença, em são Luís, neste ano.

 

 

O paciente era o jovem de 18 anos,Vinícius Carvalho.

 

A confirmação de que a dengue grave foi a causadora da morte só pode ser dada após investigação que está sendo realizada pela Secretaria de Estado da Saúde. O resultado pode demorar até 3 meses para sair.

 

 

Segundo a Superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças da SES, Graça Lírio, num comparativo entre 2015 e 2016, o número de casos de dengue grave diminuiu de 34 para 17. Ao todo, em 2015, foram contabilizadas 12 mortes causadas pela doença.

 

O relatório de 2016 não foi divulgado.

 

Sintomas:

 

Ainda de acordo com a superintendente, a identificação da dengue grave é feita ao observar a evolução da doença que, no início, apresenta os mesmos sintomas de outras viroses, como febre e dor no corpo. Por isso, é tão importante uma análise médica e não é indicada a auto medicação.

 

 

Além disso, para evitar que o número de óbitos aumente, é preciso prevenir!

 

 

Prevenção:

 

Encher de areia até a borda os pratinhos de vasos de plantas;

 

Se você não colocou areia e acumulou água no pratinho de planta, lavá-lo com escova, água e sabão. Fazer isso uma vez por semana;

 

Lavar principalmente por dentro com escova e sabão os utensílios usados para guardar água em casa, como jarras, garrafas, potes, baldes, etc.;

 

Colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira bem fechada. Não jogar lixo em terrenos baldios;

 

Não deixar a água da chuva acumulada sobre a laje;

 

Manter bem tampados tonéis e barris de água;

 

Embale para recolhimento todas as garrafas pet e de vidro vazias que não for usar. As garrafas de vidro não descartadas devem ser guardadas de boca para baixo ou em local coberto;

 

Lavar semanalmente por dentro com escova e sabão os tanques utilizados para armazenar água;

 

Manter a caixa d’água sempre fechada com tampa adequada;