Home Política Lula lidera intenção de votos para 2018, segundo pesquisa

Lula lidera intenção de votos para 2018, segundo pesquisa

Lula lidera intenção de votos para 2018, segundo pesquisa

É provável que ex-presidente Lula volte ao poder nas eleições de 2018, caso os brasileiros mantenham sua atual intenção de voto. É o que aponta a 133ª Pesquisa CNT/MDA, que foi divulgada na última quarta-feira (15) pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) e mostra a avaliação dos índices de popularidade do governo e pessoal do presidente Michel Temer. A pesquisa foi realizada de 8 a 11 de fevereiro de 2017. Foram ouvidas 2.002 pessoas em 138 municípios de 25 Unidades Federativas, das cinco regiões. Os dados na íntegra podem ser acessados aqui.

Dados: Pesquisa CNT/MDA 2017

O petista assume diferença grande em relação ao segundo candidato com mais votos, Jair Bolsonaro (Partido Social Cristão). Enquanto 16,6% dos brasileiros afirmaram que votariam em Lula caso as eleições ocorressem este mês, 6,5% mostraram preferência por Bolsonaro. Seguem na lista Aécio Neves (PSDB), com 2,2%, Marina Silva (REDE), com 1,8%, Dilma Rousseff (PT), com 0,9%, Geraldo Alckimin (PSDB), com 0,7% e Ciro Gomes (PDT), com 0,4%.

A maior parte da intenção de votos para Lula vem do Nordeste: 58,2% dos participantes da pesquisa que votariam nele são da região. Centro Oeste/Norte apontou 31,0% dos votos, o Sul apontou 17,6% e o Sudeste, 17,5%.

Indecisão

Apesar de apontar aparente liderança de Lula, a pesquisa mostra que o cenário eleitoral ainda permanece indefinido, por apresentar alto percentual de eleitores indecisos (57,1%) ou que votariam em branco ou nulo (10,7%)

Rejeição ao governo Temer

O atual presidente, Michel Temer, que assumiu após o impeachment de Dilma, não tem agradado aos brasileiros: apenas 1,1% votaria no peemedebista, que teve seu mandato avaliado negativamente por 44,1% do público participante da pesquisa. Para 38,9%, a avaliação do governo de Temer é regular e 6,7% não souberam opinar. A aprovação do desempenho pessoal do presidente agradou 24,4% contra 62,4% de desaprovação, além de 13,2% que não souberam opinar.

Corrupção

Ao comparar a ocorrência de corrupção no governo de Michel Temer com o de Dilma Rousseff, 48,8% dos participantes consideram que o nível de corrupção é igual nos dois governos.  Apesar do percentual de brasileiros que avaliou negativamente o governo de Temer, apenas 16,1% acham que há mais corrupção no governo do que no de Dilma e 31,5% acreditam que havia mais corrupção no governo de Dilma.

Dos avaliados, 46,8%, acreditam que corrupção no Brasil está maior agora do que no passado. 39,9% acham que está igual ao que sempre foi, e 11,1% consideram que está menor. Em relação aos níveis de governo, 47,4% consideram que há mais corrupção no Federal. Para 30,9%, é igual nos três níveis. Já 7,9% acham que é maior no estadual e 6,9%, no municipal.

Para 54,7%, a maioria dos brasileiros pratica corrupção. 37,9% consideram que somente algumas pessoas praticam e 6,1% acham que o brasileiro não pratica corrupção. A conclusão apresentada pela pesquisa é de que grande parte da população associa a corrupção aos políticos, embora haja percepção de que a maioria dos brasileiros, em geral, também a pratica.