Home Notícias Economia IBGE: setor de serviços encolhe 5%, com pior resultado em 5 anos

IBGE: setor de serviços encolhe 5%, com pior resultado em 5 anos

As fortes perdas na atividade de transportes pesaram em 2016 sobre o setor de serviços, que terminou o ano com o maior recuo da série ao sucumbir à recessão econômica e apresentar em dezembro resultados piores do que o esperado.

Em 2016, o volume de serviços encolheu 5%, o pior resultado da série iniciada em 2012 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi o segundo ano seguido de recuo, após queda de 3,6 por cento em 2015, quando o setor registrou o primeiro resultado negativo na série.

De acordo com os dados divulgados nesta quarta-feira (15), o setor cresceu 0,6% em dezembro sobre o mês anterior e recuou 5,7% na comparação com o mesmo mês do ano anterior, pior resultado para o mês na série.

Ambos os resultados foram piores do que o esperado em pesquisa da Reuters, que apontava expectativa de alta mensal de 1,4% e queda de 4,5% na anual.

“Não dá para dizer que o setor de serviços entrou numa fase de recuperação. Outubro foi muito ruim e dezembro ficou longe de um bom resultado”, afirmou o coordenador da pesquisa no IBGE Roberto Saldanha.

“Para o setor de serviços reagir precisa que o setor industrial retome seu crescimento contínuo e que haja a retomada de investimentos que implicam na contratação de empresas e consultorias”, acrescentou.

O setor inclui, por exemplo, salões de beleza, imobiliárias, oficinas mecânicas, escritórios de advocacia, agências de turismo, companhias aéreas e hotéis, entre outros.

 

Fonte: Reuters Brasil