Home Polícia Suspeito de ter estuprado capitã do CBMMA tem 14 anos

Suspeito de ter estuprado capitã do CBMMA tem 14 anos

Suspeito de ter estuprado capitã do CBMMA tem 14 anos

O adolescente suspeito de ter assaltado e estuprado uma capitã do Corpo de Bombeiros do Maranhão (CBMMA) na madrugada da última sexta-feira (10) teria apenas 14 anos. A informação foi confirmada neste  domingo (12) pela Secretaria de Segurança Pública do Maranhão.

A mãe do menor se apresentou no fim da tarde da sexta-feira (10) para prestar depoimentos na Delegacia da Mulher, onde o caso está sendo investigado.  A mãe afirmou que viu o filho pela última vez por volta da meia-noite de quinta-feira e que em nenhum momento ele teria demonstrado sinais de que iria cometer algum crime.

A delegada Wanda Moura Leite, da Delegacia da Mulher, informou que o caso segue em investigação e que ainda não há informações sobre histórico de outros crimes praticados pelo adolescente e que, por isso, não é possível saber se ele já esteve envolvido em outros delitos.

De acordo com a delegada, o suspeito e a vítima moravam na mesma região, mas, apesar disso, não se conheciam.

A capitã, que teve sua identidade preservada, foi submetida a exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), que deverão ser entregues em 30 dias. “Pedimos prioridade e agilidade nessa conclusão”, informou a delegada Wanda.

Uma perícia foi realizada na casa da vítima, onde foram coletados vestígios do crime. Três pessoas deverão prestar depoimentos na próxima semana.

O adolescente de 16 anos ainda não foi apreendido. As buscas continuam sendo realizadas pela Polícia.

CASO

O crime aconteceu nas primeiras horas de sexta-feira (10), no Turu, em São Luís, quando uma capitã do Corpo de Bombeiros se preparava para sair de casa com o filho. O suspeito invadiu a casa da vítima intencionada a cometer um assalto. Ela reagiu, mas foi imobilizada e violentada sexualmente. Além do estupro, o suspeito também roubou joias e dinheiro da casa. Imagens de câmeras de segurança estão ajudando a polícia na busca pelo suspeito, que estava sozinho.