Home Maranhão Imperatriz Dez mulheres foram presas em janeiro por tráfico de drogas

Dez mulheres foram presas em janeiro por tráfico de drogas

Dez mulheres foram presas em janeiro por tráfico de drogas

Segundo levantamento da Delegacia Regional de Imperatriz, vinte mulheres foram presas no mês de janeiro, sendo dez por envolvimento com tráfico de drogas. Os outros crimes com mais incidência na região são os de homicídio e de estelionato.

Nos últimos dias do mês, duas mulheres foram presas pelo crime de tráfico de drogas: na manhã do dia 24, Liliane Alves Costa (39 anos) foi presa no bairro da Caema. Em sua residência foram apreendidas 500 gramas de maconha prensada, 3,8g de crack e uma balança de precisão. E no dia 27, durante uma ronda realizada no início da tarde, Josimara Sousa Campos (33 anos), foi presa no bairro Bacuri. Foram apreendidas 17 pedras de crack e uma cartela de comprimidos entorpecentes.

Doze prisões foram realizadas pelo 3° BPM e oito pelo 14º BPM. Onde há mais conduções são nos bairros: Bacuri, Nova Imperatriz e Santa Rita. Segundo o tenente-coronel Ilmar Gomes, “o envolvimento delas são devido ao fato de o companheiro ser o traficante; eles são presos e elas acabam assumindo a boca de fumo”, explica. As presas são encaminhadas à Unidade Prisional de Ressocialização de Davinópolis (UPR), podendo responder em regime fechado, semiaberto ou provisório.

Em todo o Maranhão, mais de 600 kg de drogas já foram apreendidas apenas em janeiro.

Pontos de atuação dos Batalhões

O 3º BPM atua na região sul de Imperatriz, com ponto de limitação na BR-010, como os bairros Vila Lobão, Vila Nova, Cafeteira e Coco Grande e o 14º BPM assume a parte norte da cidade, dando destaque aos municípios de João Lisboa, Davinópolis, Governador Edison Lobão e Senador La Rocque.