Home Maranhão Imperatriz Exército participa de operação de combate ao Aedes Aegypti

Exército participa de operação de combate ao Aedes Aegypti

Exército participa de operação de combate ao Aedes Aegypti

O Exército Brasileiro irá atuar em Imperatriz no combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya. A operação será realizada de 13 a 17 de fevereiro e contará com a participação dos agentes municipais de saúde. Os detalhes foram divulgados hoje (8) em entrevista coletiva realizada no quartel-general do 50º BIS.

Segundo o Comandante do 50° BIS, Tenente Coronel Furtado, inicialmente serão feitas palestras de conscientização nas escolas públicas e em seguida, os agentes da saúde juntamente com o exército irão visitar os bairros com maior potencial de contaminação. Para isso, foi realizado um mapeamento na cidade que apontou os locais com maior incidência de casos. Entre os bairros estão a Vila Palmares, Parque Santa Lúcia e Vila Macêdo.

“A importância dessa operação visa conscientizar a população. Os índices são preocupantes, há uma intensificação com as chuvas e a secretaria municipal de saúde, junto com o Exército, estará nessa força tarefa. Esperamos ao longo da semana, atingirmos cerca de dois terços das casas em Imperatriz”, afirma o comandante.

Também participaram da coletiva o prefeito de Imperatriz Assis Ramos, o secretário de Saúde Alair Firmiano e o coordenador de Vigilância da Saúde Francisco Handson Costa.

Índices em Imperatriz

Os números de casos no município são preocupantes. Em 2015 foram registrados 265 casos de dengue em toda a regional de Imperatriz, que abrange municípios vizinhos. Em 2016 houve um aumento, chegando a 734 casos. Desse total, 590 casos só em Imperatriz. Os dados do levantamento rápido de índices para Aedes Aegypti de 2016, realizado pelo Ministério da Saúde, mostraram que na maior cidade da região a situação é de alerta.