Home Cultura Carnaval Desfiles das Escolas de Samba de São Luís podem não acontecer

Desfiles das Escolas de Samba de São Luís podem não acontecer

Desfiles das Escolas de Samba de São Luís podem não acontecer

Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos do Maranhão estão na expectativa pela resposta deste sábado (28) da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur) sobre a antecipação dos recursos financeiros para a realização dos desfiles. Caso seja negativa, os desfiles serão inviabilizados, conforme afirmou Itamilson Lima,  presidente da Liga das Escolas de Samba.

As negociações começaram em agosto do ano passado, quando o Governo sinalizou a possibilidade de antecipar R$ 70 mil um mês antes do Carnaval. Por enquanto, o repasse ainda não ocorreu, mas existe a possibilidade de ser realizado via Lei Estadual de Incentivo à Cultura ou via convênio com a Prefeitura. “O que estamos preocupados é que estamos a apenas um mês do Carnaval e ainda não temos nenhuma posição concreta”, disse o presidente, lembrando que existem gastos já realizados com tecido, ferro, compensado e costureira. “Nossos custos chegam a R$ 250 mil por escola e somente 30% conseguimos arcar com recursos próprios”.

O que teria sido estabelecido é que o Estado contribuirá com R$ 70 mil e a Prefeitura com R$ 60 mil, ou seja, cada escola receberá R$ 130 mil. Em nota, a Sectur esclarece que “o subsídio que será pago às Escolas de Samba para o carnaval 2017 está garantido no valor de R$ 70 mil, mesma quantia repassada em 2016″. A Sectur informa, ainda, que está tomando todas as providências legais para agilizar o pagamento e que na próxima semana divulgará a data do depósito”, finaliza. A Secretaria Municipal de Cultura (Secult) informou que está trabalhando no alinhamento dos processos de pagamento do subsídio para as escolas de samba e que o repasse está garantido.