Home Notícias Educação Jovens têm opções que vão além do Enem para continuar estudos

Jovens têm opções que vão além do Enem para continuar estudos

Jovens têm opções que vão além do Enem para continuar estudos

Quem não conseguir ingressar no ensino superior com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 tem opções que também podem ajudar a se preparar para o mercado de trabalho ou até mesmo para ter um desempenho melhor no próximo Enem.

Com o resultado divulgado nessa quarta-feira (18), o estudante pode tentar ingressar em uma universidade pública pelo Sistema Único de Seleção Unificada (Sisu), concorrer a uma bolsa em uma instituição privada pelo Programa Universidade Para Todos (ProUni)ou financiar a faculdade com o Programa de  Financiamento Estudantil (FIES). As datas de cada processo já foram divulgadas pelo MEC.

Se não for aprovado em nenhum desses programas, o candidato tem ainda alternativas como fazer um curso técnico, empreender ou se preparar para as provas deste ano.

As possibilidades

FIES

Para se inscrever no programa os interessados precisam estar matriculados em uma instituição de ensino superior particular cadastrada no programa e com conceito positivo na avaliação do MEC. Além disso, o estudante deve informar e comprovar a renda per capita do grupo familiar, que não pode exceder o valor referente a 2,5 salários-mínimos.

Os estudantes que pleitearem o financiamento precisam ter alcançado média superior a 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), sem ter zerado a redação, considerando as edições a partir de 2010.

A partir de 2016, todos os interessados em concorrer ao Fies devem ter feito o Enem. Até mesmo professores de escolas públicas e pessoas que terminaram o ensino médio antes de 2010, que até 2015 eram dispensados do exame.

Pronatec

Ingressar no ensino técnico é uma solução para quem pretende entrar depressa no mercado de trabalho. Além disso, a formação pode ajudar o estudante a definir qual carreira irá seguir.

O governo oferece cursos técnicos gratuitos por meio do Pronatec. Os institutos federais, o SENAI e o SENAC apresentam oferta contínua de vagas ao longo do ano. Quem se interessar, deve procurar essas instituições para conhecer o calendário de matrículas das vagas do Pronatec nessas instituições.

 Empreender

Para quem tem ideias inovadores ou aptidão para administrar, uma boa opção pode ser abrir o próprio negócio. O Sebrae oferece consultoria para jovens que querem construir e manter um empreendimento. Quem trabalha por conta própria pode se legalizar por meio do Portal do Empreendedor – MEI do governo federal.

 Pré-Enem

Focar apenas nos estudos para se dar bem no exame de 2017 também deve estar nos planos do estudante que quer entrar em uma universidade. Com um ano todo pela frente, é preciso ter disciplina e concentrar os estudos nas matérias que tem mais dificuldade. Os cursos preparatórios são boas opções para quem precisa de um reforço nos estudos. É bom ficar atento às inscrições dos cursinhos populares, que são gratuitos ou cobram mensalidades menores. Ter tempo para o lazer o manter uma boa alimentação também são fundamentais na rotina de quem vai prestar o Enem neste ano.

Em São Luís, também é possível se inscrever nos cursos profissionalizantes do Senac, que inserem o aluno com maior rapidez no mercado de trabalho.

Fonte: Portal Brasil, com informações do MEC